Começa no próximo dia 29 a décima edição do Festival Internacional de Cinema de Brasília (FIC Brasília), que contará com mais de 90 filmes entre estrangeiros e nacionais.

O festival foi criado em 1999 e já faz parte da programação cultural da cidade tanto pelos filmes selecionados, como pelo ciclo de debates, que aborda os temas dessas produções e a sétima arte, e pelo o Prêmio Itamaraty para o Cinema Brasileiro, que tem como principal objetivo divulgar e premiar produções nacionais.

O grande homenageado deste ano é o autor Paulo José. Com 40 anos de carreira, o ator gaúcho já participou de 31 filmes e ganhou 29 prêmios. Na mostra dedicada a ele serão exibidos os filmes Policarpo Quaresma, o Herói do Brasil, de Paulo Thiago; Faca de Dois Gumes, de Murilo Salles; Todas as Mulheres do Mundo e Edu, Coração de Ouro, de Domingos de Oliveira.

Também acontecem outras mostras temáticas como a Mostra Japão Contemporâneo, em homenagem ao centenário da migração japonesa; a Mostra Filmes da Venezuela, com produções do país vizinho, e a Mostra Jovens Heróis, com filmes voltados para o público infanto-juvenil.

Na mostra competitiva, estarão concorrendo dez películas de várias nacionalidades. A mais votada ganha o prêmio máximo do festival, o Prêmio Buriti.

Mostra competitiva

Ballast, de Lance Hammer (EUA)
First Love, de Kouichi Imaizumi (JAP)
Liverpool, de Lisandro Alonso (ARG/FRA/ALE/HOL/ESP)
Mataram Irmã Doroty, de Daniel Junge (EUA)
Mermaid, de Anna Melikyan (RUS)
O Coração, de Diego Garcia Moreno (COL)
Sleep Dealer, de Alex Rivera (EUA/MEX)
Um Homem Bom, de Vicente Amorim (GBR/ALE)
Up The Yangtze, de Yung Chang (CAN)
Por um Polvo, de Carlos Daniel Malavé (VEN)

Mostra Filmes da Venezuela

Postales de Leningrado, de Mariana Rondón
Miranda Regresa, de Luis Alberto Lamata
Por um Polvo, de Carlos Daniel Malavé
La Clase, de José Antonio Varela

Mostra Japão Contemporâneo

First Love, de Kouichi Imaizumi
Glória ao Cineasta!, de Takeshi Kitano
Kabei: Our Mother, de Yoji Yamada
Sad Vacation, de Shinji Aoyama
The Rebirth, de Masahiro Kobayashi

Jovens Heróis (Mostra do Instituto Goethe e da Embaixada da Alemanha, com entrada franca)

Curtas com os temas:
Histórias contadas por imagens/Forma cinematográfica
Fronteiras e vizinhos
Migração/Ser estrangeiro
Cotidiano e coisas fora de cotidiano
Hobbys e sonhos
Sexualidade/Tornar-se adulto
Religião, filosofia e política

Prêmio Itamaraty – Longas

A Festa da Menina Morta, de Matheus Nachtergaele
Feliz Natal, de Selton Mello
Juventude, de Domingos Oliveira
Se Nada Mais Der Certo, José Eduardo Belmonte
Aos Hespanhois Conphinantes, Angello Cllemente Sganzerla
Nossa Vida Não Cabe Num Opala, Reinaldo Pinheiro
Cinderela, Lobos e o Príncipe Encantado, Joel Zito Araújo

Prêmio Itamaraty – Curtas

Até quando?, de Gustavo Moraes
Berceuse, de Pedro Iorio
Blackout, de Daniel Rezende
Coda, Marcos Camargo
O Crime da Atriz, de Elza Cataldo
O Anão que Virou Gigante, Marão
O Despejo, Sérgio Glenes
Outono, Christian Schneider
Paiol, de João Marcelo Gomes
Relicário, de Rafael Gomes

Os filmes selecionados para abertura do Festival são o curta de animação Pajerama, de Leonardo Cadaval, e a nova produção de Woody Allen, Vicky Cristina Barcelona. O encerramento fica por conta de Sob Controle, dirigido pela filha de David Lynch, Jennifer Chambers Lynch.

O festival acontece de 29 de outubro a 9 de novembro, na Academia de Tênis José Farani(Setor de Clubes Esportivos Sul – SCES Trecho 4, Conjunto 05, Lote 1B). O valor das entradas é R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).

As informações são da assessoria de imprensa do Festival. A lista com o nome dos outros filmes da mostra pode ser conferida aqui.