(Viudas, ARG, 2011)

Drama
Direção: Marcos Carnevale
Elenco: Graciela Borges,Valeria Bertuccelli, Rita Cortese, Martín Bossi, José Maria Paz
Roteiro: Marcos Carnevale, Bernarda Pagés
Duração: 100 min.
Nota: 5 ★★★★★☆☆☆☆☆

A história de Viúvas começa com o infarto de Augusto (José Maria Paz). É em seu leito de morte que Elena (Graciela Borges, de Dois Irmãos), sua esposa há anos, descobre que estava sendo traída. Como se não bastasse, o marido pede à mulher que cuide da jovem amante, Adela (Valeria Bertuccelli), a outra, podemos dizer, viúva do filme.

Documentarista renomada, Elena está trabalhando em sua mais recente produção, um filme de relatos femininos sobre o amor. Ela evita a todo custo qualquer tipo de aproximação com Adela, porém, a vida desamparada que a jovem passa a ter após a morte do amante, leva a situações onde a convivência entre elas acaba sendo inevitável.

A ideia do filme é colocar lado a lado duas mulheres diferentes que compartilham o amor pelo mesmo homem. Elas precisam lidar com a ausência de Augusto, mas também com a presença diária de uma na vida da outra. Não existem julgamentos, tomada de partido ou tentativa de se criar laços de amizade entre elas.

Na teoria a trama parece interessante, porém a prática pouco reflete o que foi dito acima. Além de ser um dramalhão, o filme é daquelas histórias que passam grande parte do tempo repetindo as mesmas situações. Ou estamos presenciando a imaturidade e egocentrismo de Adela, ou acompanhamos Elena e o seu sofrimento contido. O desenvolvimento da história das duas, que seria o mais importante, não acontece. Ficamos na superficialidade do roteiro, com direito a muitas cenas óbvias, e é claro, muito choro.

Para contrabalançar as lágrimas há dois personagens secundários: Esther (Rita Cortese), a amiga e companheira de trabalho de Elena, e Justina (Martín Bossi), um homem que se veste de mulher e trabalha como empregada doméstica no apartamento da cineasta. A presença delas é a melhor parte do filme e ainda que com atuações medianas, assim como as das protagonistas, as intervenções bem-humoradas da dupla são funcionais à obra.

Viúvas é um filme irregular. Frustra por criar uma expectativa e não cumpri-la ao longo do caminho. Ainda assim, apesar do exagero em algumas cenas, tem um lado cômico bastante divertido, que salva o restante da produção.

Um Grande Momento:
O desabafo de Elena sobre sua viuvez.

Viuvas

Links

No IMDb