(Ventos de Agosto, BRA, 2014)

Drama
Direção: Gabriel Mascaro
Elenco: Dandara de Morais, Geová Manoel Dos Santos, Antônio José Dos Santos, Maria Salvino Dos Santos, Gabriel Mascaro
Roteiro: Gabriel Mascaro, Rachel Ellis
Duração: 77 min.
Nota: 6 ★★★★★★☆☆☆☆

Os dois lados de uma moeda, a dualidade que existe em todos os lugares. Ventos de Agosto, de Gabriel Mascaro, é uma realização disto.

Ele conta a história de Shirley, uma jovem que vai morar em um pequeno vilarejo para cuidar da avó idosa, deixando para traz seus sonhos de ser tatuadora. Ela namora com Jeison, um faz tudo do local.

Juntos, os dois têm os seus momentos depois da colheita de coco e nas idas ao mar para pescar. O que é cotidiano para Jeison, para Shirley são momentos de se afastar de sua realidade e tentar buscar uma graça em tudo aquilo.

O incômodo dela se contrapõe à acomodação dele. O que está ruim para um , está ótimo para o outro. Mas, mesmo assim, as coisas seguem sem muita alteração.

No longa-metragem, a contraposição transcente do relacionamento do casal. Os novos visitantes da vila também são extremos opostos, um homem que caça o som do ar e um corpo já sem vida, provavelmente trazido pelo mar, que se torna a fixação de Jeison.

É nessa dicotomia que Ventos de Agosto vai se desenvolvendo, tendo como pano de fundo as belas locações da Praia do Patacho, em Porto de Pedras, Alagoas, e as boas ideias visuais de Mascaro, que também responsável pela direção de fotografia não economiza nem um pouco nos belos quadros.

Apesar de toda beleza, e do interesse causado pela mensagem atrás da trama, o ritmo do filme é um pouco arrastado e problemático e não deve agradar todo tipo de público. Sempre que a vida pacata é retratada tão fielmente, isso dificilmente acontece.

Ainda assim, vale a pena conferir.

Um Grande Momento:
Coca-cola

Ventos-de-agosto_poster

Links

No IMDb