(Free State of Jones, EUA, 2016)
Drama
Direção: Gary Ross
Elenco: Matthew McConaughey, Gugu Mbatha-Raw, Mahershala Ali, Keri Russell, Christopher Berry, Sean Bridgers, Jacob Lofland, Thomas Francis Murphy, Brian Lee Franklin
Roteiro: Gary Ross, Leonard Hartman, Jessica Collins
Duração: 139 min.
Nota: 6 ★★★★★★☆☆☆☆

Em tempos de Trump e todas as polêmicas envolvendo as eleições americanas, chega aos cinema Um Estado de Liberdade, com Matthew McConaughey (Killer Joe) como protagonista de um fato real e pouco conhecido da história americana.

Matthew é Newton Knight, um fazendeiro que inicialmente presta serviços de enfermagem para o exército da Confederação, ele não concorda com as motivações daquela guerra e, quando seu sobrinho é obrigado a se alistar, tenta de tudo para mantê-lo vivo, o que de imediato se mostra inútil.

Com a perda do garoto, o desastre familiar e os constantes saques e abusos dos exércitos contra pequenos fazendeiros, Knight inicia uma revolta que defende os direitos das minorias e luta também contra a política escravagista do país.

um-estado-de-liberdade_interno

Paralelo a essa história, o filme mostra flashs de um julgamento que aconteceria muitos anos depois, em 1948, envolvendo questões raciais num contexto ainda de atraso do país, das autoridades e das pessoas sobre esse tema.

Um Estado de Liberdade é mais um drama histórico do que um épico, existem cenas de batalha muito bem feitas, mas não será nesses momentos em que a história do filme vai se basear. Depois de um bom início, o longa se perde, de forma confusa e pouco interessante, nas muitas informações mostradas.

O roteiro e direção são de Gary Ross, responsável por filmes como Seabiscuit (2003) e Pleasantville – A Vida em Preto e Branco (1998), citando dois bons trabalhos do diretor que também é responsável por Jogos Vorazes (2012). Se tecnicamente e esteticamente o longa resiste ainda com algum interesse e despertar de atenção, o desenvolvimento da história e dos personagens atrapalha até mesmo a atuação de McConaughey, perdendo-se em clichês.

Baseado nos livros “Free state of Jones”, de Victoria E. Bynum, e “The state of Jones”, de Sally Jenkins e John Stauffer, Um Estado de Liberdade circula um tema bastante rico e ainda necessário, mas, como cinema, desperdiça a chance de enfatizar o discurso contra o racismo e minorias.

Um Grande Momento:
Julgamento dos jovens

um-estado-de-liberdade_poster

Links

No IMDb