(Tropic Thunder, EUA/ALE, 2008)

Comédia

Direção: Ben Stiller

Elenco: Ben Stiller, Jack Black, Robert Downey Jr., Nick Nolte, Steve Coogan, Jay Baruchel, Brandon T. Jackson, Tom Cruise, Matthew McConaughey, Brandon Soo Hoo

Roteiro: Ben Stiller, Justin Theroux, Etan Cohen

Duração: 107 min.

Minha nota: 8/10

Os filmes de Ben Stiller sempre são as mesmas coisas. A não ser por poucas e inexpressivas mudanças, os papéis do comediante novaiorquino sempre são de pessoas idiotas e perdedoras que têm como único objetivo de existência fazer rir a quem com elas interage. Essa constância dos filmes acaba cansando, como bem lembrou minha amiga e futura colaboradora Vanessa, mesmo que entre eles existam bons exemplares como Entrando Numa Fria e Uma Noite no Museu.

É justamente por essa repetição que há muito tempo não vejo um filme de Stiller no cinema e a última excessão foi feita para Uma Noite no Museu e só por causa do Rodrigo. Uma pena pois Trovão Tropical é tão bom que merecia uma sala escura.

O filme conta a história de uma megaprodução sobre a guerra do Vietnã que não consegue ser terminada por causa do estrelismo de seus atores. Kirk Lazarus é um australiano bonachão e bom ator que já foi indicado ao Oscar várias vezes; Tugg Speedman se acha, mas só conseguiu fazer sucesso em produções de ação e depois estrelou um fracasso após o outro; Jeff Portnoy é astro de comédias escatológicas e tem sérios problemas com drogas; Alpa Chino é um cantor de hip hop mulherengo e conhecido e Kevin Sandusky é um aspirante a ator que admira todos os seus companheiros.

Só as histórias destes quatro já seriam diversão bastante, mas toda a história, recheada de referências a filmes que fizeram história, os outros personagens e muitas das falas tornam a aventura ainda mais divertida. Claro que uma vez ou outra a coisa fica um pouco repetitiva e não é tão boa assim, mas são poucas as vezes.

O maior trunfo do filme é, sem dúvida, o elenco. Até Stiller, em um papel igual, rende muito mais do que o esperado; Robert Downey Jr. dá um show como o ator australiano até em momentos que não precisa dizer nada; Jack Black, mais escrachado do que nunca, faz tudo parecer tão natural que também se destaca; Nick Nolte como o veterano consultor e roteirista do filme está melhor do que em muitos dos últimos filmes.

A atuação de Tom Cruise também merece ser citada já que ele está melhor do que em qualquer uma dessas produções sérias de ultimamente. Aliás, começo a achar que o lugar dele é mesmo em filmes de ação e de comédia.

Depois das atuações, não podemos deixar de notar o roteiro. Apesar de todo mundo sempre querer fazer filmes metalingüísticos (a maioria dos primeiros trabalhos de cineastas, antes deles se tornarem conhecidos, são filmes dentro de filmes) são poucos os que conseguem um bom resultado. Não é o caso de Trovão Tropical. Talvez a mãozinha de Etan Cohen, desta vez sem o irmão, tenha sido fundamental para o sucesso.

Complementando tudo isso, a trilha sonora de filme de guerra com clássicos do rock dos anos 60-70 e uma competência muito grande ao reconstruir cenas tão marcantes de filmes do gênero.

Imperdível! Perfeito para quem quer dar boas gargalhadas.

Quem assistiu Platoon, Apocalypse Now, A Ponte do Rio Kwai, Fugindo do Inferno, O Resgate do Soldado Ryan e O Franco Atirador vai gostar mais ainda do que vai ver.

Um Grande Momento

A ponte.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Oscar: Ator Coadjuvante (Robert Downey Jr.)

BAFTA: Ator Coadjuvante (Robert Downey Jr.)

Globo de Ouro: Ator Coadjuvante (Robert Downey Jr.), Ator Coadjuvante (Tom Cruise)

Links

Site Oficial

Imdb