(Game Plan, EUA, 2007)

Comédia

Direção: Andy Fickman

Elenco: Dwayne Johnson, Madison Pettis, Kyra Sedwick, Roselyn Sanchez, Morris Chesnut

Roteiro: Nichole Millard, Kathryn Price, Audrey Wells

Duração: 110 min.

Nota: 6/10

Ontem foi dia de levar o meu filho, Rodrigo, ao cinema. Como fazia muito tempo que não fazíamos um programa do tipo, resolvemos logo pegar uma sessão dupla, conferindo todas as produções com classificação livre que estavam sendo exibidas.

Uma delas foi Treinando o Papai. O filme me lembrou muito aqueles que eu assistia na sessão da tarde, coisa rara em filmes infato-juvenis na atualiadade. Um famoso jogador de futebol egoísta e convencido descobre que tem uma filha de oito anos, ao se deparar com ela em frente à sua porta de casa.

Claro que ele não tem a menor idéia de como cuidar de uma criança, mas ela é tão doce que acaba conquistando o coração do grandão e fazendo com que ele faça tudo por ela.

Na verdade o filme não é nada de mais, tem muitas falhas de roteiro e direção, mas essa cara e jeito dos muitos filmes produzidos pela Disney que eu assisitia quando era criança acabou me conquistando. Também confesso que é inusitado ver o The Rock, aquele mesmo que fez o Escorpião Rei, com todo aquele corpanzil, dançando balé vestido de árvore.

Os atores principais não estão bem, mas dá para perceber que eles estão se esforçando ao máximo. A trilha sonora, composta em sua maioria por músicas de Elvis Presley segue o padrão Disney de qualidade e não decepciona.

Na opinião do Rodrigo, o filme é quase triste mas é bem legal. Na minha, é uma boa opção para levar as crianças, mas sem esperar nada, pois assim existe alguma chance do filme agradar.

Para quem gosta de histórias bobinhas que envolvem a relação de pais e filhos.

Um Grande Momento

O time de futebol americano na apresentação do balé.




Links

Site Oficial