36ª MostraDocumentário
Direção: Florian Opitz
Roteiro: Florian Optiz
Duração: 97 min.
Nota: 5 ★★★★★☆☆☆☆☆
(Speed – Auf der Suche nach der verlorenen Zeit, ALE, 2012)

Depois de perceber que não tem mais tempo para as coisas corriqueiras e importantes da vida, o documentarista Florian Optiz resolve fazer uma análise da realidade atual, onde o homem não consegue mais achar o equilíbrio entre a quantidade de coisas a fazer e a quantidade de tempo disponível e vive se atropelando.

Optiz ficou famoso com seu documentário Tudo à Venda, onde abordava a onda de privatizações que invadiu o mundo e foi com esse mesmo filme que começou a ver o seu tempo ir embora. O assunto é interessante e atual e tem algumas escolhas de entrevistados interessantes, apesar de vacilar em momentos como o da palestra, mas talvez perca força justamente por não decidir se será uma investigação acerca do tempo ou um relato familiar de como as relações são alteradas por isso.

Com o público mais distanciado do que era preciso por causa de uma certa oscilação na identificação, o diretor ainda fica o tempo todo querendo mostrar como a vida é agitada, urgente e tumultuada, mas o que consegue é ser repetitivo e estressante além da conta.

Um Grande Momento

Os primeiros momentos do filme, quando a experiência visual é ainda novidade.

Links

No IMDb Site Oficial