(Snatch, ING/EUA, 2000)

Ação

Direção: Guy Richtie

Elenco: Jason Statham, Stephen Graham, Alan Ford, Brad Pitt, Dennis Farina, Rebe Serbedzija, Lennie James, Vinnie Jones, Benicio Del Toro, Ewen Bremner

Roteiro: Guy Richtie

Duração: 104 min.

Imaginem uma mistura de roubo de diamantes, lutas de rua, criação de porcos e mafiosos das mais diversas origens. Guy Richtie não só imaginou, como transportou para as telas este mosaico de pessoas, sotaques e tipos diferentes de violência.

Seguindo um estilo Tarantino, mas com um toque inglês, Ritchie faz comédia com as situações mais esdrúxulas do crime organizado e não perde a oportunidade de mostrar uma seqüência cheia de socos ou de tiros.

O trabalho com os atores é perfeito e eles parecem completamente à vontade em cena. Brad Pitt, na época ainda considerado por muitos como apenas mais um rostinho bonito, mostra que veio para ficar e convence totalmente como um cigano briguento. Vale a pena prestar atenção no jeito como ele fala.

O roteiro do filme é muito bem amarrado e a montagem, diferente, faz com que o filme vá ficando cada vez mais interessante. A direção de arte, de Julie Philpot; a fotografia, de Tim Maurice-Jones; e a edição, de Jon Harris, merecem todos os elogios.

Guy Richtie estourou no cinema com o filme Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes e, logo depois, lançou Snatch. Uma carreira promissora parece ter sentido o peso de um casamento com a maior estrela do pop mundial, Madonna, e quase escorreu pelo ralo com o péssimo Destino Insólito, estrelado pela cantora.

Mas, desventuras à parte, Snatch é uma obra-prima do cinema de ação inglês e merece ser conhecido por todos. Pessoas avessas a violência podem ficar incomodadas.

Um Grande Momento

A apresentação da Desert Eagle .50