(Sleepless in Seatle, EUA, 1993)

Comédia/Romance

Direção: Nora Ephron

Elenco: Meg Ryan, Tom Hanks, Bill Pullman, Ross Malinger, Rosie O’Donnell, Gaby Hoffmann, Victor Garber, Rita Wilson, Rob Reiner

Roteiro: Jeff Arch (estória e roteiro), Nora Ephron e David S. Ward (roteiro)

Duração: 105 min.

O melhor do gênero pra mim. Apesar de não ser a estréia, é o primeiro filme dirigido por Ephron que fez tanto sucesso. Ela era famosa pelos roteiros de Harry e Sally – Feitos um para o Outro, A Difícil Arte de Amar e Silkwood e agora se aventurava na direção também, auxiliada pelo amigo de longa data Rob Reiner (que inclusive faz uma ponta no filme).

O filho de um viúvo triste (Hanks) resolve arrumar uma nova esposa para o pai através de um programa de rádio na noite de natal. O país inteiro escuta o programa e todas as mulheres solteiras se apaixonam pelo modo como Hanks fala da esposa. Inclusive uma jornalista que está prestes a se casar, mas não acredita em acaso e nem no amor idealizado pelos homens.

O mais interessante do filme é que ele é todo feito em cima de um antigo mela-cueca: o famoso “Tarde Demais para Esquecer“. Dramalhão cheio de desencontros, mas bem do jeito que as mulheres adoram. Ele aparece em várias seqüências do filme, assistido e comentado pelas personagens femininas, que nunca conseguem conter as lágrimas.

A química entre Hanks e Ryan funciona muito bem (tanto que eles também estrelaram um outro filme de Ephron, Mensagem para Você) e as crianças dão um show de presença. A trilha sonora, muito bem escolhida e cheia de clássicos românticos, ajuda na construção de um clima ainda mais apaixonado.

Um Grande Momento

Tom Hanks e Victor Garber narrando Os Doze Condenados para Rita Wilson.

Prêmios e indicações (as categorias premiadas estão em negrito)

Oscar: Roteiro Original, Canção (Marc Shaiman, Ramsey McLean) – A Wink and a Smile

BAFTA: Roteiro Original, Trilha Sonora (Marc Shaiman)

Globo de Ouro: Filme de Comédia/Musical, Ator de Comédia/Musical (Tom Hanks), Atriz de Comédia/Musical(Meg Ryan)

MTV: Revelação (Ross Malinger), Performance Feminina (Meg Ryan), Música (Celine Dion e Clive Griffin) – When I Fall in Love, Melhor Dupla (Tom Hanks e Meg Ryan)