(The Life Before Her Eyes, EUA, 2007)

Suspense

Direção
: Vadim Perelman

Elenco: Uma Thurman, Evan Rachel Wood, Eva Amurri, Gabrielle Brennan, Brett Cullen, Oscar Isaac, Molly Price

Roteiro: Laura Kasischke, Emil Stern

Duração: 90 min.

Minha nota: 7/10

Diana (Evan Rachel Wood) está vivendo sua adolescência com tudo que tem direto. Muitas experiências, muitas frustações e uma bela amizade com a colega de turma Maureen (Eva Amurri) que, certinha e religiosa, tenta ajudar a amiga.

Tudo vai bem até que um dos alunos da sala delas resolve que vai fazer da escola mais um Instituto Columbine e, com uma metralhadora, matar tudo que vê pela frente.

Quinze anos mais tarde, Diana (agora Uma Thurman) vive no mesmo local com seu marido, Paul, (Brett Cullen) e sua filha Emma (Gabrielle Brennan), que parece ter herdado todo o espírito aventureiro da mãe. Até que chega a data do massacre na escola e ela vai ficando cada vez mais abalada e perdida em suas lembranças.

Apesar dos nomes envolvidos no projeto, o filme não fez muito sucesso, recebeu muitas críticas negativas e ficou tão pouco tempo nos cinemas que muita gente nem ouviu falar sobre ele.

O diretor ucraniano Vadim Perelman já havia se mostrado competente quando lançou seu primeiro filme, “A Casa de Areia e Névoa”, com Ben Kingsley e Jennifer Connelly no elenco. Neste segundo trabalho mostra que tem mesmo a mão firme para o cinema, ainda que o resultado seja inferior ao primeiro, “Sem Medo de Morrer” não decepciona e consegue envolver os espectadores de tal jeito em sua trama que ninguém sabe o que esperar nos próximos passos.

Evan Rachel Wood e Uma Thurman contróem uma Diana que oscila o tempo todo entre o ingênuo e o egoista, entre o sofrido e o sacana edesperta sentimentos tão confusos quanto a cabeça da personagem naqueles que assistem ao filme.

Apesar das qualidades, a aura de telefilme incomoda bastante e algumas falas e marcações estranhas ressaltam o problema. Nem todas as escolhas do elenco foram boas e alguns coadjuvantes acabam atrapalhando ao invés de ajudar.

Mas é um filme que cumpre bem o seu papel de entretenimento e não só prende os espectadores como surpreende no final. Eu, que não estava esperando muito, gostei bastante.

Ideal para quem gosta de filmes do tipo.

Curiosidade: Evan Rachel Woods é a ex-atual-ex-namorada de Marilyn Mason, acusado por muitos de ser a principal inspiração dos assassinos no massacre de Columbine.

Um Grande Momento

A escolha.

Links