Saiu hoje o resultado do Festival de Cinema de Cannes, um dos mais cobiçados e concorridos festivais da sétima arte.

Neste ano, dois filmes brasileiros concorreram à Palma de Ouro, mas o prêmio ficou com o filme francês Entre les murs, do diretor Laurent Cantet.

O prêmio de melhor atriz ficou em mãos brasileiras, Sandra Corveloni que, apesar de ser estreante, conquistou o júri com sua atuação no filme Linha de Passe. Ela foi a única do elenco que não pôde estar presente à cerimônia, mas foi representada por Daniela Thomas e Walter Salles, diretores do longa.

Outro brasileiro premiado no festival foi o diretor Bruno Bezerra e seu filme Muro. Assinando a direção com o pseudônimo de Tião, o pernambucano levou o prêmio Um Novo Olhar (Un Regard Neuf), categoria destinada às produções ainda mais alternativas.

Confira abaixo a lista de todos os premiados, em todas as categorias.

Palma de Ouro: “Entre les murs”, do francês Laurent Cantet

Grande Prêmio do Festival: “Gomorra“, do italiano Matteo Garrone

Prêmio do Júri: “Il Divo”, do italiano Paolo Sorrentino

Melhor Atriz: Sandra Corveloni (“Linha de passe“)

Melhor Ator: Benicio del Toro (“Che”)

Melhor Diretor: Nuri Bilge Ceylan (“Üç Maymun”)

Melhor Roteiro: Jean-Pierre e Luc Dardenne (“O silêncio de Lorna“)

Palma de Ouro para Curta-metragem: “Megatron”, Marian Crisan

Menção especial para Curta-metragem: “Jerrycan”, Julius Avery

Câmera de Ouro: “Hunger”, Steve McQueen

Menção especial: “Ils mourront tous sauf moi”, Valeria Gaï Guermanika

Prêmio especial do 61º Festival de Cannes: Catherine Deneuve (“Um Conto de Natal”) e Clint Eastwood (“A Troca“)

Mostra Un Certain Regard

Un Certain Regard: “Tulpan”, Sergey Dvortsevoy e “Wolke 9”, Andreas Dresen

Prêmio Hope: “Johnny mad dog”, Jean-Stéphane Sauvaire

Prêmio Knockout: “Tyson”, James Toback

Prêmio do Júri: “Tokyo sonata”, Kiyoshi Kurosawa

Cinéfondation (Média Metragem)

Primeiro prêmio: “Himnon”, Elad Keidan

Segundo prêmio: “Forbach”, Claire Burger

Terceiro prêmio: “Stop”, Jae-Ok Park, e “Kestomerkitsijät”, Juho Kuosmanen

Semana da Crítica (Jornalistas)

Grande Prêmio da Semana da Crítica: “Snijeg”, Aida Begic

Prêmio da SACD (Sociedade dos Autores Compositores Dramáticos): “Moscow Belgium”, Christophe Van Rompaey

Grande Prêmio Canal+: “Next floor”, Denis Villeneuve

Prêmio OFAJ/TV5LIMPE da (Toute) Jeune Critique: “La sangre brota”, Pablo Fendrik

Quinzena dos Realizadores (Independentes)

Prêmio Un Regard Neuf: “Muro”, Tião (Bruno Bezerra)

Prêmio Regard Jeunes: “Eldorado”, Bouli Lanners

Prêmio da CICAE: “Blind Loves”, de Juraj Lehotsky

Prêmio SACD: “Les Bureaux de Dieu”, de Claire Simon

Fonte: G1