(Best Laid Plans, EUA, 1999)

Suspense

Direção
: Mike Barker

Elenco: Alessandro Nivola, Reese Witherspoon, Josh Brolin, James Marsh, Terrence Howard

Roteiro: Ted Griffin

Duração: 92 min.

Minha nota: 4/10

Mesmo sem gostar muito de nenhum dos atores do elenco resolvi ficar para assistir o filme que apareceu de surpresa na tv a cabo ontem a noite.

O filme já começava com uma cena de princípio de incêndio, seguida por uma conversa nada convincente entre Bryce (Josh Brolin) e Nick (Alessandro Nivola) e fechava seu prólogo com Lissa (Reese Witherspoon) entrando no bar sozinha.

Isto era o começo da história de Nick, um cara que nunca consegue dar uma dentro e só se mete em roubada. Depois de um “trabalhinho” com seu colega de trabalho para conseguir dinheiro, ele começa a ser perseguido por uma gangue de traficantes.

Embora tivesse um bom argumento nas mãos, com uma possibilidade real de criar um bom suspense, o diretor Mike Barker não consegue sair do lugar comum e cansa o espectador com uma história que não consegue convencer.

A pouca química entre os atores também não ajuda muito e a história vai seguindo exatamente o rumo esperado, sem surpresas. Até mesmo quando o que acontece não era esperado, o máximo de reação dos espectadores são suspiros de “ah, é mesmo”.

Apesar dos pesares, o roteiro é até interessante e algumas idéias são boas, só não conseguem ser bem executadas.

Um programa para quem não tem mais nada para fazer.

Um Grande Momento

None.

Links