(Burnt, EUA, 2015)

Drama
Direção: John Wells
Elenco: Bradley Cooper, Sienna Miller, Daniel Brühl, Riccardo Scamarcio, Omar Sy, Emma Thompson, Uma Thurman, Alicia Vikander, Sam Keeley, Matthew Rhys
Roteiro: Michael Kalesniko, Steven Knight
Duração: 101 min.
Nota: 5 ★★★★★☆☆☆☆☆

O sucesso dos programas culinários na TV mundial vem transformando os chefs em celebridades. Se antigamente a alta gastronomia era um assunto para poucos, hoje vivemos uma época em que os realities shows de cozinha atingem altos índices de audiência. Pratos sofisticados e ingredientes com nomes pomposos passaram a ser assunto em rodas de conversa entre amigos.

Pegando Fogo aposta na popularização do tema. O filme conta a história do chef Adam Jones e reúne novamente a dupla Bradley Cooper (O Lado Bom da Vida) e Siena Miller (Stardust: O Mistério da Estrela), que contracenaram juntos em Sniper Americano. Cooper interpreta um chef de cozinha que tenta reergue-se após desperdiçar a sua bem sucedida carreira em Paris com o vício nas drogas.

Em Londres, ele reencontra Tony (Daniel Brühl, de Rush: No Limite da Emoção), o maître do seu antigo emprego, e, com sua ajuda, seleciona um time de cozinheiros para tentar dar a volta por cima e, finalmente, ganhar sua terceira estrela do “Guia Michelin”, guia turístico que indica os melhores restaurantes do mundo.

Dirigido por John Wells, o mesmo diretor de Álbum de Família, o filme traz em seu elenco uma série de nomes conhecidos: Omar Sy (Intocáveis), Alicia Vikander (O Amante da Rainha), Emma Thompson (Simplesmente Amor), Uma Thurman (Kill Bill) e Riccardo Scamarcio (Cosimo e Nicole). Mas é Bradley Cooper quem se destaca nesta comédia dramática.

O protagonista Adam Jones é um tipo arrogante e perfeccionista que não mede esforços para atingir o seu objetivo. A consequência da obsessão do protagonista e sua transformação constituem a história principal em Pegando Fogo. Por sinal, o grande mérito do filme é mostrar com sutileza o drama de um homem viciado em sensações, sejam elas gastronômicas ou químicas.

Como pano de fundo para ilustrar o drama de Jones, somos apresentados aos bastidores da alta gastronomia. Pratos bem decorados, egos inflados e ataques de grosserias a la Gordon Ramsay estão presentes a todo momento ao longo da projeção.

Ainda que conte uma história bem previsível e abusando dos estereótipos, Pegado Fogo é um filme bem conduzido, com poucos percalços e que conta com a carismática atuação de Cooper para segurar a história até seu final.

Um Grande Momento:
Bolo de aniversário.

Pegando-fogo_poster

Links

No IMDb