(Little Children, EUA, 2006)

Drama
Direção: Todd Field
Elenco: Kate Winslet, Patrick Wilson, Jennifer Connelly, Gregg Edelman, Noah Emmerich, Jackie Earle Haley
Roteiro: Tom Perrotta (romance e roteiro), Todd Field
Duração: 130 min.[/box]

Quando Beleza Americana foi lançado, trazia de volta uma técnica utilizada antigamente: um narrador dava conta de toda a história e nos transmitia os sentimentos e os acontecimentos da vida dos personagens. A modernização ficou por conta da montagem final, onde as sequencias são intercaladas e as histórias de várias pessoas se misturam num mesmo contexto.

Criava-se assim um novo estilo. É o mesmo que assistimos todas as semanas no seriado Desperate Housewives e o de Pecados Íntimos. Mais parecido com a série do que com Beleza Americana, é um filme curioso e interessante.

Na tela milhares de histórias: casamentos falidos, traição real e virtual, pedofilia, preconceito, envelhecimento, beleza, machismo, super proteção e, no fundinho, aquela dificuldade que todo ser humano sente de ser adulto.

Os atores estão muito bem e Jackie Earle Haley merece um destaque especial como o pedófilo. É o seu retorno às telas depois de treze anos de afastamento e uma lista considerável de filmes de péssima qualidade.

O roteiro é muito bom e a montagem do filme também. A trilha sonora me incomodou um pouco por parecer demais com a do seriado (o qual eu já não assisto por causa disso) e acabar antecipando e exigindo sentimentos dos espectadores.

Apesar disto e de outros despropósitos, sempre vale a pena olhar por trás de fachadas tão bonitas e encontrar todas as sujeiras do ser humano, principalmente se ele teve a infelicidade de nascer nos Estados Unidos.

Um Grande Momento:
O surto.

Pecado Íntimos

Links

No IMDb Site Oficial