Mesmo 2014 sendo interessante para o cinema de maneira geral, como deu para perceber com a lista de melhores do ano, muita coisa ruim passou pelas telonas. Alguns pretensiosos ao extremo, uns gratuitos e outros apenas equivocados mesmo, não faltaram frustrações este ano. Grandes orçamentos que não chegaram a lugar nenhum dividiram espaço com tentativas mais em conta, mas que lembravam trabalhos escolares do primeiro grau.

Vamos a lista de piores do ano, segundo Cecilia Barroso:

Atividade-paranormal-marcados-pelo-mal_lista

1 – Atividade Paranormal: Marcados pelo Mal, de Christopher Landon

O-herdeiro-do-diabo_lista

2 – O Herdeiro do Diabo, de Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett

Jogo-de-xadrez_lista

3 – Jogo de Xadrez, de Luis Antonio Pereira

Frankesntein-entre-anjos-e-demonios_lista

4 – Frankenstein – Entre Anjos e Demônios, de Stuart Beattie

Copa-de-elite_lista

5 – Copa de Elite, de Vitor Brandt

Homens-sao-de-marte_lista

6 – Os Homens São de Marte… E é pra Lá que eu Vou, de Marcus Baldini e Homero Olivetto

Transformers-a-era-da-extincao_lista

7 – Transformers: A Era da Extinção, de Michael Bay

Transcendence_lista

8 – Transcendence – A Revolução, de Wally Pfister

Pompeia_lista

9 – Pompeia, de Paul W.S. Anderson

Cacadores-de-obras-primas_lista

10 – Caçadores de Obras-Primas, de George Clooney

Dois filmes merecem uma menção desonrosa aqui: Deus Não Está Morto e O Apocalipse. Por se tratarem de exemplares religiosos – e por isso é polêmico citá-los aqui -, foram vistos por muita gente, mas ficaram devendo muitíssimo nos quesitos técnicos.