(Inherit the Wind, EUA, 1960)

Drama
Direção: Stanley Kramer
Elenco: Spencer Tracy, Fredric March, Gene Kelly, Dick York, Donna Anderson, Harry Morgan, Claude Akins, Elliott Reid
Roteiro: Jerome Lawrence, Robert E. Lee (peça), Nedrick Young, Harold Jacob Smith
Duração: 128 min.
Nota: 8 ★★★★★★★★☆☆

Lançado em 1960, O Vento Será Tua Herança tinha tudo para ser hoje em dia um filme desatualizado pelo seu tema. Porém, passado tanto tempo e independente do avanço da ciência, muita coisa no filme é extremamente atual. Infelizmente.

Baseado na peça homônima de Jerome Lawrence e Robert E. Lee, o longa-metragem dirigido por Stanley Kramer (Adivinhe Quem Vem para Jantar) conta a história real de um caso de 1925, no Tennessee, conhecido como “Julgamento do Macaco”. No processo, o estado pedia a prisão de um professor de segundo grau que ensinava a seus alunos a teoria evolucionista de Charles Darwin, proibida nas escolas públicas por contrariar a versão bíblica da criação.

Adequado à realidade da época em que foi lançado, nota-se que além da religião, o filme tocava na ferida aberta pelo Macartismo, quando o extremismo e, de certo modo, o fanatismo contra o comunismo causou estragos em diversos setores, principalmente no artístico.

Especificações regionais à parte, toda a afetação e exagero pode ser percebida até hoje, quando o pensar diferente pode ser considerado um crime. Vivemos em um mundo polarizado, onde a palavra ganhou força, velocidade e pôde parar de se preocupar com barreiras. As teorias de uns, viram a verdade de muitos, que seguem cegamente aquilo que se diz, sem parar para analisar.

Saindo do âmbito geral e prestando atenção à religião, a coisa segue exatamente o mesmo caminho do filme. Ainda que as comunidades sejam mais mescladas atualmente, ainda existem vários lugares extremistas e ortodoxos espalhados por aí. É, por exemplo, no mínimo estranho que, em pleno século 21, notícias sobre evolução causem tamanho celeuma sobre a verdade ou não da teoria.

Voltando ao longa, O Vento Será Tua Herança é um filme de roteiro, bastante baseado no embate entre os dois advogados Henry Drummond, vivido por Spencer Tracy (Julgamento em Nuremberg), e Matthew Harrison Brady, por Fredric March (Os Melhores Anos de Nossa Vida). Enquanto este era assistente de acusação, aquele era o responsável pela defesa do professor Cates, vivido por Dick York (da série A Feiticeira). A imprensa, obviamente interessada no circo armado, está representada por Gene Kelly (Cantando na Chuva), na pele de E. K. Hornbeck.

Enquanto alguns diálogos são cheios de força e adequação aos dias atuais, outros podem soar exagerados e repetitivos. O cinismo constante de Hornbeck, com suas muitas frases feitas, também pode incomodar um pouco.

Mas é um filme que merece ser visto por sua atualidade, pela atuação gigantesca da dupla central e, principalmente, por tratar de um tema que não só é presente, como precisa ser discutido.

Um Grande Momento:
Chamando o coronel Brady para depor.

O-vento-sera-tua-heranca_poster

Links

No IMDb