(The Last Witch Hunter, EUA/CHN/CAN, 2015)

Ação
Direção: Breck Eisner
Elenco: Vin Diesel, Rose Leslie, Elijah Wood, Ólafur Darri Ólafsson, Rena Owen, Julie Engelbrecht, Michael Caine, Joseph Gilgun
Roteiro: Cory Goodman, Matt Sazama, Burk Sharpless
Duração: 106 min.
Nota: 6 ★★★★★★☆☆☆☆

Se há uma coisa que beneficia demais os filmes, é a falta de expectativa. E ninguém que vai ao cinema assistir ao Vin Diesel caçando bruxas por uma eternidade acha que vai encontrar uma obra-prima. O Último Caçador de Bruxas é um filme divertido, que entretém o seu público satisfatoriamente.

Diesel é Kaulder, aos 800 anos e morando em Nova York, sua função na vida é caçar as bruxas que ameacem a vida dos humanos. Sua imortalidade vem de uma maldição lançada pela Rainha Bruxa, ao matá-la. Depois de muito tempo, porém, uma conspiração ameça a paz estabelecida entre humanos e bruxos.

Como era de se esperar, o filme não se preocupa muito com o desenvolvimento dos personagens, por várias vezes soa repetitivo e não faz questão de resistir às facilidades do roteiro, que nem sempre se encaixa ou se preocupa com fazer muito sentido.

Mas boas cenas de ação, bem distribuídas e eficientes na manutenção do ritmo, somadas a bons efeitos especiais fazem do filme uma experiência de consumo fácil e muito divertida. Há todo um cuidado técnico com a fotografia, assinada por Dean Semler (Malévola), os figurinos, desenhados por Luca Mosca (De Volta ao Jogo) e um trabalho bastante impressionante com a maquiagem da Rainha Bruxa, vivida pela atriz francesa Julie Engelbrecht (As Férias do Pequeno Nicolau).

Vin Diesel (Velozes e Furiosos), como de costume, tem um carisma muito maior do que sua capacidade interpretativa e, sem inventar muito, em filmes do gênero, não compromete. Junto com ele está Rose Leslie (Honeymoon), aquela que conhecemos por contar ao John Snow que ele não sabe nada, como a bruxa que o ajuda. A boa química entre os dois, convence.

Completando o elenco estão Michael Caine (Batman: O Cavaleiro das Trevas), bem como o guardião idoso, e Elijah Wood (O Senhor dos Anéis), como o substituto, nem sempre tão bem assim.

Nem tão redodinho e bem acabado, O Último Caçador de Bruxas é um filme que funciona muito bem, cumprindo seu principal papel. Para aqueles dias em que a vontade é de ver filmes assim, é uma boa pedida.

Um Grande Momento:
“Diga caçador de bruxas…”

O-ultimo-cacador-de-bruxas_poster

Links

No IMDb