(The Imaginarium of Doctor Parnassus, FRA/CAN/GBR, 2009)

33ª Mostra Internacional de CinemaQuando Heath Ledger morreu, no início de 2008, ele estava no meio das filmagens de O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus. O diretor Terry Gilliam, na época, não sabia muito bem o que seria do filme mas, com criatividade e a ajuda de outros três grande atores, conseguiu concluir sua história.

Doutor Parnassus é um contador de histórias imortal com o dom de manipular a imaginação dos outros e faz apresentações em seu velho caminhão pelas ruas da cidade. Sua trupe, formada por sua filha, um anão e um jovem órfão está sempre com ele e, sem saber, tem que ajudá-lo a ganhar uma aposta.

Um desmemoriado salvo pelo grupo acaba se juntando a eles e, enquanto vai se adaptando ao novo mundo mágico, descobre quem era e o que fazia.

O filme segue a linha “malucão” do diretor e lembra bastante As Aventuras do Barão de Munchausen, ao misturar uma realidade feia e quase em preto-e-branco e o colorido mundo da imaginação.

Os dois visuais são fantásticos, mas as viagens através do espelho são de encher os olhos de qualquer um. O casamento das idéias de Gilliam e a fotografia de Nicola Pecorini já chamaram a atenção no bom Medo e Delírio em Las Vegas e no estranho e desnecessário Contraponto. Aqui tudo fica muito mais interessante com os efeitos visuais coordenados por Mike Vézina (X-Men, 2012).

Claro que a arte é fundamental na criação dos dois mundos. O desenho de produção de Anastasia Masaro, a direção de arte de Dan Hermansen e Denis Schnegg, os cenários de Caroline Smith e Shane Vieau e os figurinos de Monique Prudhomme são fantásticos.

A solução para o desmemoriado Tony, interpretado por Ledger e também por Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell, ficou muito boa e não fosse toda a publicidade causada pela da morte do ator, poderia passar como algo planejado anteriormente.

Além dos quatro, Christopher Plummer e o músico Tom Waits estão fantásticos como Dr. Parnassus e seu adversário Sr. Nick. A estreante Lily Cole, Andrew Garfield e Verne Troyer completam o elenco.

Com tudo no lugar certo e uma história maluca mas envolvente, escrita por Gilliam e por seu parceiro de longa data Charles McKeown (Brazil, As Aventuras do Barão Munchausen), o filme é uma viagem divertida e daquelas nas quais vale a pena embarcar. Quem conseguir deixar toda a seriedade fora da mala, vai curtir muito mais.

Além disso é emocionante ver Ledger mais uma vez nas telas.

Um Grande Momento

Valentina foge dentro de sua imaginação.

Indicação Classificativa: 14 anos

Links

Aventura
Direção: Terry Gilliam
Elenco: Heath Ledger, Johnny Depp, Jude Law, Colin Farrell, Christopher Plummer, Lily Cole, Tom Waits, Verne Troyer, Andrew Garfield
Roteiro: Terry Gilliam, Charles McKeown
Duração: 122 min.
Minha nota: 8/10