Programação

 

(New York, I Love You, FRA/EUA, 2009)

Falar de Nova York é falar de mistura, de muita coisa acontecendo junta no mesmo lugar. Várias nacionalidades, profissões, crenças, línguas e tradições se misturam, fazendo da cidade criar uma identidade que de tão diversificada é única.

Parte do projeto “Cities of Love”, iniciado com o filme Paris, Te Amo e com previsão de versões para as cidades do Rio de Janeiro, Xangai e Jerusalém, este filme sobre Nova York sabe como levar em conta toda a sua mistura.

Os responsáveis pelo apaixonado retrato da cidade são o alemão Fatih Akim (Soul Kitchen), o israelense Yvan Attal (Ma femme est une atrice), o japonês Shunji Iwai (Tudo Sobre Lily Chou Chou), o chinês Wen Jiang (Dias de Sol), a indiana Mira Nair (Um Casamento à Indiana), o paquistanês Shekhar Kapur (Elizabeth), os estadunidenses Allen Hughes (Do Inferno), Joshua Marston (Maria Cheia de Graça), Brett Ratner (Dragão Vermelho) e os estreantes Randall Balsmeyer, dos EUA, e a também atriz Natalie Portman, de Israel.

Diferente da edição sobre Paris, os contos do filme estãos interligados. Como qualquer produção com um número tão grande de diretores envolvidos, saltos na qualidade de cada conto podem ser sentidos. Mas as diferenças de estilos e visões é um dos charmes do filme.

O longa mescla bem o humor e a emoção e cativa tanto os que já estiveram fisicamente naquele lugar como aqueles que só o conhecem por outros filmes. As histórias que nos levam pra dentro da cidade – o batedor de carteiras de Wen – e a que nos dá adeus – o casal de velhinhos de Marston são excelentes escolhas e cumprem bem o seu papel.

As ligações entre as histórias encontram uma boa justificativa na história da videoartista Zoe, interpretada por Emilie Ohana, que já esteve presente em Paris, Te Amo e está escalada para Xangai, Te Amo.

Enquanto os contos como o de Attal (o escritor e o casal) e Brett Ratner (atores e farmacêuticos) se apóiam em seus textos, os de Kapur (quarto de hotel) e Hughes (encontro no bar) são mais visuais.

Entre os defeitos, algumas cenas alongadas demais e uma suave inexperiência na ligação entre os episódios.

Equilibrado, Nova York, Eu Te Amo não é perfeito, mas entretem e causa uma gostosa sensação no final, como se agora tivéssemos visto um lado mais pessoal da cidade que nunca fora mostrado antes, junto a certeza de que muitos outros existem. Dá muita vontade de estar lá, ao vivo e à cores, para conhecê-los.

Um Grande Momento

Comemorando o aniversário de casamento.


Links

Submarino

Drama
Direção: Fatih Akin, Yvan Attal, Allen Hughes, Shunji Iwai, Jiang Wen, Joshua Marston, Mira Nair, Brett Ratner, Randall Balsmeyer, Shekhar Kapur, Natalie Portman
Elenco: Hayden Christensen, Andy Garcia, Rachel Bilson, Natalie Portman, Irrfan Khan, Bradley Cooper, Drea de Matteo, Shia LaBeouf, John Hurt, Julie Christie, Ethan Hawke, Maggie Q, Robin Wright Penn, Chris Cooper, Orlando Bloom, Christina Ricci, Anton Yelchin, James Caan, Olivia Thirlby, Eli Wallach, Cloris Leachman, Burt Young, Qi Shu, Ugur Yücel, Emile Ohana
Roteiro: Emmanuel Benbihy, Tristan Carné, Hall Powell, Israel Horovitz, James C. Strouse, Shunji Iwai, Israel Horovitz, Hu Hong, Yao Meng, Israel Horovitz, Scarlett Johansson, Joshua Marston, Alexandra Cassavetes, Stephen Winter, Jeff Nathanson, Anthony Minghella, Natalie Portman, Fatih Akin, Yvan Attal, Olivier Lécot, Suketu Mehta
Duração: 103 min.
Minha nota: 7/10