(Splendor in the Grass, EUA, 1961)

Drama
Direção: Elia Kazan
Elenco: Natalie Wood, Warren Beatty, Pat Hingle, Audrey Christie, Barbara Loden
Roteiro: William Inge
Duração: 124 min.
Nota: 9 ★★★★★★★★★☆

Um dos melhores filmes de Elia Kazan, grande cineasta de Hollywood morto em 2003 e homenageado com uma retrospectiva nesta 35ª Mostra, “Clamor do Sexo” conta a história de dois jovens apaixonados que sofrem com a repressão sexual da conservadora sociedade norte-americana.

Com uma direção impecável e um grande elenco, Kazan trata abertamente de temas-tabu para a sociedade americana, não só na década de 20 quando se passa a história, mas também em 1961, quando foi feito. O filme é um dos mais polêmicos e ousados do cineasta, já que foi produzido em uma época em que ainda vigorava o Código de Hays, regra que impunha uma grande limitação ao que poderia ser dito ou mostrado nos filmes produzidos nos EUA entre os anos 30 e 60.

Um Grande Momento

A depressão gradual da personagem interpretada por Natalie Wood diante do afastamento de seu amado.

Links

No IMDb