(Twilight Zone: The Film, EUA, 1983)

Terror

Direção: John Landis, Steven Spielberg, Joe Dante, George Miller

Elenco: Dan Aykroyd, Albert Brooks, Vic Morrow, Doug McGrath, Charles Hallahan, Scatman Crothers, Bill Quinn, Martin Garner, Selma Diamond, Helen Shaw, Kathleen Quinlan, Jeremy Licht, Kevin McCarthy, Patricia Barry, William Schallert, Nancy Cartwright, John Lithgow, Abbe Lane, John Dennis Johnston, Burgess Meredith (narrador)

Roteiro: Rod Serling (série de TV, Além da Imaginação), John Landis, George Clayton Johnson, Richard Matheson, Melissa Mathison, Jerome Bixby, Robert Garland

Duração: 101 min.

Minha Nota: 6/10

De 1959 a 1964 existiu um seriado de muita audiência na televisão. Seu nome era Além da Imaginação e contava histórias para lá de esquisitas que misturavam ficção científica, fantasia, suspense e terror em seus muitos episódios. Além de ser assistida por muitos tinha dois fãs que, no futuro, se tornariam grandes nomes (e bolsos) do cinema. Eles eram John Landis e Steven Spielberg, que além de dirigirem o filme, ainda assinaram a sua produção.

O filme é composto por quatro episódios ligados unicamente pela voz do narrador que conta as histórias. Porém, antes de conhecermos a voz do narrador, somos apresentados ao filme com um prólogo, encenado por Dan Aykroyd e Albert Brooks. Este motorista, aquele caroneiro, os dois viajam à noite pela estrada fazendo brincadeiras e discutindo, inclusive, episódios do antigo seriado da TV.

Depois disso e da voz de Burgess Meredith, começam os episódios.

O primeiro é uma criação do próprio Landis, apenas inspirada no antigo programa, e conta a história de um homem amargo que tem muito preconceito contra judeus, negros e orientais. Ao sair do bar onde praguejava contra todas as três etnias, ele acaba em uma cidade tomada pelos alemães nazistas, numa reunião de morte da Ku Klux Klan e na guerra do Vietnã.

O segundo episódio traz a história de um idoso novato em um asilo que, com uma brincadeira de criança, acaba mudando a vida de todos os outros moradores do local, que já se achavam velhos demais para fazer coisas boas.

O terceiro fala sobre uma professora que não consegue ter nenhuma experiência interessante até que conhece uma criança em um bar na beira da estrada. Depois de atropelar o menino, ela dá uma carona até a sua casa, que é igual a de um desenho animado, por dentro e por fora. Lá estão pessoas amedrontadas e que, estranhamente, fazem todas as vontades do mais novo.

O quarto conta a história de um homem que morre de medo de voar mas que, no momento, enfrenta uma forte tempestade a mais de 20.000 pés de altitude e que, mesmo depois de tomar calmantes, acredita estar vendo um homem na asa do avião.

Dos quatro, apenas o primeiro não é refilmagem de um episódio do seriado. Mas todos são muito criativos e bons. Para mim, o mais fraco é o de Spielberg, talvez por não ter aquela aura de fantástico que os outros apresentam, mas ainda assim é bem legal e chega até a ser tocante. O melhor é o do avião que, com um Lithgow muito inspirado, consegue transmitir todo o medo do protagonista.

Algumas soluções são muito interessantes e as referências também. No terceiro episódio, por exemplo, muitos dos efeitos especiais são fracos e já foram superados há muito tempo, mas a cena da mulher entrando na área em preto e branco da casa é sensacional e me lembrou um pouco o cenário do filme O Gabinete do Dr. Caligari.

Voltando a falar sobre os efeitos especiais, não podemos esperar ver na tela aquilo que estamos acostumados a ver atualmente. Afinal de contas, o filme é de 1983.

Depois do filme, em 1985, o seriado Além da Imaginação foi relançado e ficou no ar por três temporadas.

O filme é uma homenagem bem interessante e pode ser assistido sem grandes preocupações. Indicado para aqueles que gostam de histórias fantásticas e pouco críveis, para os fãs do seriado e para aqueles que ainda não assistiram.

Detalhe: esse é o primeiro filme no cinema de Nancy Cartwright, que hoje é muito conhecida por ser, há anos, a voz de Bart no desenho Os Simpsons.

Um Grande Momento

Abrindo a cortina do avião.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Fantasporto: Filme

Links