Ao falar do significado de um curta-metragem, Fernando Coimbra (Trópico das Cabras) diz que descobriu “um prazer muito específico em criar um universo em duas dezenas de minutos. Se ele fosse maior, perderia todo o impacto, toda a força que reside justamente no seu poder de síntese”.

Assistir a curtas é sempre muito bom porque em alguns minutos entramos em contato com esses universos tão completos e diferentes entre si. Alguns são documentários; outros, ficção.

O maior problema é, justamente, ter acesso a eles. Se não fossem os festivais, que agora querem diminuir, seria praticamente impossível. A única coisa que sobra é a possibilidade de, em algumas cidades, conferir às sessões patrocinadas pela Petrobrás.

É por isso que o pessoal de Brasília não pode perder a Mostra de Cinema Curtas Premiados, só com curtas consagrados em festivais nacionais. Por apenas R$ 4 (a inteira), você assiste a uma sessão de cinco curtas (ou seis, se for o programa 3) e mata aquela vontade de saber o que rola no mundo dos curta-metragens do Brasil.

Outra coisa bem legal da mostra é que às sextas-feiras ocorrem debates com diretores brasilienses. Os temas abordam a importância de um curta-metragem, sua divulgação, distribuição e a participação em festivais.

Agora falando dos filmes, ontem assisti ao programa 4.

Câmara Viajante

(Câmara Viajante, BRA, 2007)

Documentário

Direção: Joe Pimentel

Elenco: Belo, Chico Alagoano, Dedé da Neusa, Isaías, Júlio Santos

Roteiro: Joe Pimentel

Duração: 20 min.

Minha nota: 7/10

Com uma montagem interessante, o diretor conta ao público o significado da fotografia na vida de quatro fotógrafos populares. Uns freqüentam os pontos de romaria e outro trabalha com retrato pintado.

Apesar de não inovar muito no formato do documentário, tem depoimentos que valem muito a pena.

Um Grande Momento

Fotografando os que já se foram.

Premiações

Cine Ceará, Mostra de Cinema de Tiradentes, Goiânia Mostra Curtas, Festival Latino Americano de Canoa Quebrada, Vitória Cine e Vídeo.

————————————————————————————————-

Calango!

(Calango!, BRA, 2007)

Animação

Direção: Alê Camargo

Roteiro: Alunos da Ozi (escola de audiovisual)

Duração: 8 min.

Minha nota: 7/10

Um calango esfomeado tenta matar sua fome em uma praia cheia de dunas, cocos, castelinhos de areia e outras coisitas más.

Com a brasilidade notória, uma animação bem redondinha e uma sonoplastia divertida o curta conquista o público, que se diverte com as peripércias do bichinho faminto.

Na trilha sonora, pérolas como Brasileirinho.

Um Grande Momento

Castelo de areia.

Premiações

Anima Mundi, Festival de Cuzco, Mostra Mosca, Prêmio Especial Núcleo de Animação de Campinas

————————————————————————————————-

Cine Zé Sozinho

(Cine Zé Sozinho, BRA, 2007)

Documentário

Direção: Adriano Lima

Roteiro: Verônica Guedes, Adriano Lima

Duração: 16 min.

Minha nota: 8/10

A história de José Raimundo Cavalcante, o Zé Sozinho, é daquelas que conquista qualquer um que goste de cinema.

Com muita persistência, este pernambucano criado no Nordeste ia de cidade em cidade exibindo filmes antigos, tendo como companheiro um pequeno projetor.

Além da trilha sonora, o filme é cheio de cenas de clássicos do cinema e de depoimentos de pessoas que aprenderam a gostar de cinema graças a Zé Sozinho.

Lindo.

Um Grande Momento

Jesus Cristo.

Premiações

Festival Audiovisual Mercosul, Festival de Cinema e Vídeo de Colatina, Curta Noite, Festival Brasileiro de Cinema Universitáo do RJ

————————————————————————————————-

Alphaville 2007 d.C.

(Alphaville 2007 d.C., BRA, 2007)

Ficção Científica

Direção: Paulinho Caruso

Elenco: Antonio Abujamra, Fábio Marcoff, Ricardo Murphy Brown, José Luis Datena, Sheila Mello

Roteiro: Paulinho Caruso

Duração: 16 min.

Minha nota: 6/10

Quando a vida não é mais segura e o tudo parece perdido, um homem aparece para fazer justiça.

Com uma estética bem maluca, o filme conta essa história doida abusando de efeitos visuais simples, da mistura de línguas e de inserções de reportagens bem famosas na atualidade.

Uma experiência bem maluca.

Um Grande Momento

Premiações

Festival de Cinema de Gramado

————————————————————————————————-

O Lobinho Nunca Mente

(O Lobinho Nunca Mente, BRA, 2007)

Drama

Direção: Ian Samarão Brandão Fernandes

Elenco: Fábio Porchat

Roteiro: Ian Samarão Brandão Fernandes

Duração: 9 min.

Minha nota: 8/10

Depois de sofrer um acidente doméstico e ficar paralisado, ex-lobinho repensa a vida enquanto espera a morte chegar.

Simples e despretensioso o filme surpreende o público que se vê completamente dentro da história.

Daqueles para ver e rever.

Um Grande Momento

Todo o filme.

Premiações

Festival Audiovisual Mercosul, Festival de Cinema e Vídeo de Colatina, Curta Noite, Festival Brasileiro de Cinema Universitário

————————————————————————————————-

Os curtas deste programa podem ser conferidos também nos dias 29/11, às 16h; 03/12, às 18h30; 07/12 às 18h. A mostra acontece até 07/12, no CCBB (Setor de Clubes Esportivo Sul, Trecho 2, Lote 22, perto da ponte JK).

A programação ainda inclui vários títulos, entre eles Trópico das Cabras, Sete Vidas, Alguma Coisa Assim e Sete Minutos. Para conferir os horários, clique aqui.

Como eu disse antes, os brasilienses não podem perder!