(Braidsmaids, EUA, 2011)

Comédia
Direção: Paul Feig
Elenco: Kristen Wiig, Maya Rudolph, Rebel Wilson, Matt Lucas, Jill Clayburgh, Wendi McLendon-Covey, Ellie Kemper, Greg Tuculescu, Melissa McCarthy, Rose Byrne, Franklyn Ajaye, Terry Crews, Tim Heidecker, Ben Falcone
Roteiro: Kristen Wiig, Annie Mumolo
Duração: 125 min.
Nota: 7 ★★★★★★★☆☆☆

Annie (Kristen Wiig) não tem namorado, fracassou como empresária, não gosta do emprego que tem e divide um apartamento com um casal irmãos britânicos para não morar com a mãe. Com tudo fora do lugar é convidada para ser madrinha de sua melhor amiga, Lillian (Maya Rudolph), que acabara de ser pedida em casamento pelo namorado. A amizade das duas, única coisa que parecia funcionar na vida de Annie, é ameaçada pela presença constante de Helen (Rose Byrne), esposa do chefe do noivo, mais “rica, bonita e magra”.

Com personagens interessantes e um roteiro muito bem amarrado, escrito pelas duas comediantes Kristen Wiig e Annie Mumolo, Missão Madrinha de Casamento diverte ao explorar o universo feminino de uma maneira bem diferente da usual, ainda que retrate o mesmo problema tantas vezes filmado.

Como uma espécie Se Beber Não Case de Luluzinhas, o filme vai um pouco longe demais nas tentativas de fazer humor a qualquer custo, como na desnecessária e cena da prova de vestidos. Mais longa do que precisava, esta cena específica quase custa o filme e, certamente, marcou negativamente quem estava assistindo. Mesmo com tantos outros bons momentos excelentes e verdadeiras aulas de humor, como no primeiro discurso das madrinhas ou na viagem para Las Vegas para a despedida de solteiro.

É interessante como o filme mescla a receita tradicional de comédias românticas com o cinema de Judd Appatow (O Virgem de 40 Anos), não por acaso produtor do filme, e mantém o público ao longo dos mais de 120 minutos de duração.

A atenção dada a cada uma das madrinhas de casamento também chama a atenção. Ainda que não estejam sempre sobre os holofotes, é fácil determinar a infantilidade e ingenuidade de Becca (Ellie Kemper), o descontentamento de Rita (Wendi McLendon-Covey) com sua vida de mãe e esposa e a auto-suficiencia e confiança de Megan, vivida por Melissa McCarthy com muita competência.

Mesmo com alguns tropeços, um cena ou outra fora do lugar e algum humor forçado, o filme tem um carisma inegável e sabe como se aproveitar de suas qualidades. No balanço geral agrada bastante.

Dica: não desista do filme na prova dos vestidos e, assim que passar por ela, não deixe que o que viu influencie o resto da história.

Um Grande Momento

Voando para Las Vegas.

Links

No IMDb Site Oficial