(Music and Lyrics, EUA, 2007)

Romance

Direção: Marc Lawrence

Elenco: Hugh Grant, Drew Barrymore, Brad Garret, Haley Bennett, Kristen Johnston, Campbell Scott, Jason Antoon, Scott Porter, Aasif Mandvi, Adam Grupper

Roteiro: Marc Lawrence

Duração: 95 min.

Minha Nota: 7/10

Se existem duas coisas que eu adoro são música e comédias românticas. Se as duas coisas estiverem juntas em meio a um ambiente que relembre os anos 80, melhor ainda.

Nosso primeiro contato com o universo de Letra e Música é através de um clipe muito divertido de um grupo musical, que teria feito muito sucesso nos anos 80. Ombreiras, mullets, dancinhas ridículas e um visual de clipes bem característico da época deixam aqueles que viveram estes momentos mais do que curiosos.

A história de amor acontece entre um compositor em eterna crise criativa e uma letrista disfarçada de babá de plantas muito desajeitada. Juntos os dois devem compor a nova música de trabalho de uma cantora que, assim como as muitas que costumamos ver em canais de clipes e em outros mais voltados para a fofoca, privilegia as curvas do corpo ao invés da voz e da consistência das letras cantadas.

Os personagens são defendidos por Hugh Grant, já muito a vontade como o apaixonado tímido depois de tantos filmes no mesmo papel, e Drew Barrymore que além de ser uma gracinha, também já sabe como deve fazer para representar uma mulher ingênua, atrapalhada e apaixonada. Aliás, ela fica bem melhor em papéis como este do que quando inventa de ser uma espiã da equipe do Charles.

As letras da músicas do Pop!, o antigo grupo de Grant e que continuam sendo cantadas em bailes destinados exclusivamente às balzaquianas, são bem bobinhas e lembram muito os grandes sucessos da década homenageada. O desespero do cantor para tentar manter um sucesso que já não existe também rende boas risadas e tem o seu ponto alto quando ele é convidado para participar de um programa de televisão onde os antigos famosos lutam.

Divertido e leve, o filme não tem nenhuma pretensão de ser uma obra de arte, mas consegue envolver toda a platéia.

Para ver ao lado de alguém especial; relembrar um tempo exagerado, mas que foi muito divertido e dar umas boas gargalhadas. Pessoas avessas a filmes do gênero podem não gostar.

Um Grande Momento

O clipe, sem dúvida. Ele começa e termina o filme e da segunda vez tem aquelas historinhas contando o que aconteceu com os artistas em balões, como em programas dos canais MTV, VH1 e outros.

Links

Site Oficial