(Gravity, EUA/GBR, 2013)

Ficção Científica
Direção: Alfonso Cuarón
Elenco: Sandra Bullock, George Clooney, Ed Harris (voz)
Roteiro: Alfonso Cuarón, Jonás Cuarón
Duração: 90 min.
Nota: 8 ★★★★★★★★☆☆

Dois astronautas tentam sobreviver no espaço após um acidente. Para os que não acreditavam que apenas dois personagens, todos paramentados, em um ambiente sem gravidade e sem som poderiam render um longa-metragem, Alfonso Cuarón chega para dizer que, quando se trata de cinema, tudo é possível.

Além de toda a tensão e drama naturais de situações como essa, o roteiro, assinado pelo diretor e por seu irmão Jonás Cuarón expõe conflitos individuais que estão muito além daquele ambiente retratado, criando personagens marcantes e funcionais em uma trama que não é apenas visual.

Para uma parte humana bem resolvida, o diretor mexicano fez questão de escolher uma carismática dupla de atores. Além de bons, Sandra Bullock e George Clooney têm uma simpatia natural e são conhecidos pelo modo que se entregam a seus papéis, independente do quanto apareçam.

Embora a preocupação com esse algo a mais seja clara e faça toda diferença, Gravidade é inegavelmente um filme de sensações. Uma ficção científica de tirar o fôlego que sabe se aproveitar de todas as ferramentas hoje existentes para impressionar e transformar a experiência do espectador numa verdadeira aventura cinematográfica.

Tudo aquilo que as novas tecnologias hoje permitem é bem utilizado. O desenho e mixagem do som impressionam logo na primeira cena do filme e seguem como pontos fundamentais a partir de então. A recriação da realidade espacial e um uso inteligente do 3D, que há muito tempo carece de um aproveitamento decente, são importantes diferenciais na construção desse universo que faz parte do imaginário popular. Referências importantes na construção dessa ilusão coletiva também não são esquecidas.

Claro que algumas coisas sobram, como um cromaqui de incêndio, uma passagem menos aceitável no roteiro ou a música escolhida para encerrar o filme, mas nada que seja mais importante do que toda a diversão gerada.

Indicado para quem gosta de ficção científica, de 3D, de filmes tensos, de histórias criativas, de bons filmes. Ou seja, todos que assistirem a Gravidade vão, de alguma maneira, se divertir e sair satisfeitos do cinema.

Um Grande Momento:
Destroços chegando.

Logo-Oscar1Oscar 2014
Melhor Direção, Melhor Fotografia (Emmanuel Lubezki), Melhor Mixagem de Som (Skip Lievsay, Niv Adiri, Christopher Benstead, Chris Munro), Melhor Montagem (Alfonso Cuarón, Mark Sanger), Melhor Edição de Som (Glenn Freemantle), Melhores Efeitos Visuais (Tim Webber, Chris Lawrence, David Shirk, Neil Corbould), Melhor Trilha Sonora (Steven Price)

Gravidade_poster

Links

No IMDb Site Oficial