(Going Clear: Scientology and the Prision of Belief, EUA, 2015)

Documentário
Direção: Alex Gibney
Roteiro: Lawrence Wright (livro), Alex Gibney
Duração: 119 min.
Nota: 7 ★★★★★★★☆☆☆

Baseado no livro homônimo de Lawrence Wright, Going Clear: Scientology and the Prision of Belief tenta denunciar os abusos cometidos pela contraditória e reservada Cientologia. Considerada seita em alguns lugares do mundo e religião em outros, como nos Estados Unidos, a organização foi criada pelo escritor de ficção científica L. Ron Hubbard e envolve histórias com extraterrestres, muita manipulação e uma boa dose de lavagem cerebral, de acordo com o documentário.

O longa-metragem, dirigido pelo documentarista Alex Gibney (Um Taxi para a Escuridão), mescla imagens de vídeos internos promocionais a entrevistas com ex-membros do alto escalão da organização. Entre os assuntos está a manipulação e, de certa forma, dominação de pessoas que possam beneficiar a imagem da Cientologia, como o ator Tom Cruise; a crueldade com que o atual líder David Miscavige trata seus seguidores, punindo aqueles que não cumprem o esperado pelos superiores, e tendo criado inclusive um campo de isolamento chamado de “The Hole” (O Buraco); as chantagens feitas com detalhes pessoais obtidos durantes as sessões de autoconhecimento, e a obrigação da ruptura dos laços familiares com qualquer pessoa que deixe a seita.

Pelo que se vê no documentário, o esquema de alienação dos envolvidos e a busca constante em desmentir tudo o que os ex-membros contam sobre suas experiências dividem espaço com propagandas de divulgação da organização, discursos de um feliz e mimado Tom Cruise (além de uma bizarra entrevista dele) e manobras políticas para a propagação internacional e para a isenção de impostos nos Estados Unidos, lugar onde tem mais adeptos.

Bem montado e contando com um bom trabalho gráfico, mesmo que sem muitas inovações, o documentário consegue fazer um bom proveito do conteúdo das entrevistas, revelando a facilidade de Gibney em criar intimidade com os entrevistados, característica já demonstrada em seus filmes anteriores. Mesmo que a pessoa esteja constrangida, envergonhada, é como se ela sentisse que agora iria ser ouvida de verdade.

O grande valor de Going Clear: Scientology and the Prision of Belief está justamente nessa sensação de dar ouvidos a quem quer e precisa falar, mas ainda falta um outro lado para contrapor o que está sendo dito. Porém, não deixa de ser um importante começo.

Um Grande Momento:
Saindo dO Buraco para dar entrevista defendendo a seita.

Going-clear_poster

Links

No IMDb