(Fire with Fire, EUA, 2012)

Ação
Direção: David Barrett
Elenco: Josh Duhamel, Bruce Willis, Rosario Dawson, Vincent D’Onofrio, 50 Cent, Julian McMahon, Vinnie Jones
Roteiro: Tom O’Connor
Duração: 97 min.
Nota: 3 ★★★☆☆☆☆☆☆☆

Depois de presenciar dois assassinatos a sangue frio em uma loja de conveniência, o bombeiro Jeremy Coleman se torna a principal testemunha para que o detetive Mike Cella possa enfim colocar Neil Hagan atrás das grades. Convencido por Mike a testemunhar, Jeremy entra para o programa de proteção a testemunhas e assim tem sua vida mudada para sempre. No entanto, quando o mafioso e assassino passa a persegui-lo, decide parar de fugir e responder usando fogo contra fogo.

Apesar do roteiro fraco e simplório, que comprova como é improvável tirar leite de pedra, o que fica evidente é o mal aproveitamento de um bom elenco. A presença e atuação do ator Bruce Willis bem que poderia fazer de Fogo Contra Fogo um bom policial, mas aqui Willis não passa de um coadjuvante e sobra para Josh Duhamel (Transformers) o papel de protagonista do longa. Nem com a ajuda de Rosario Dawson acreditamos nessa dupla de mocinhos.

Outra presença mal aproveitada é do ator Vinnie Jones dos ótimos Jogos Trapaças e Dois Canos Fumegantes e Snacht – Porcos e Diamantes, que aqui é ainda menos do que um coadjuvante. É mais uma aparição que, como todo o resto da produção, sofre com a falta de convicção naquilo que se propõe a fazer.

Tudo soa previsível (romance-cartase-conclusão) e nem clichês são reproduzidos de forma minimamente satisfatória para algum entretenimento. Até mesmo Vicent D´Onofrio (Nascido para Matar e A Cela) dá a seu personagem um adorno caricato, falso. E, em meio a tantas coisas negativas, a direção de David Barrett, embora não seja “protagonista” em falhas e defeitos, parece muito pouco inspirada, quase apática.

Sendo assim não parece estranho que Fogo contra Fogo tenha sido lançado direto em DVD nos EUA. Já por aqui foi lançado nos cinemas, estampando o carismático Bruce Willis no elenco e na capa e deve terminar como uma fraca e enganosa experiência frente às telonas. Desnecessário ver para crer.

Um Grande Momento:
Assassinato, cena inicial.

Fogo-contra-fogo

Links

No IMDb