CURITIBA – Começa amanhã, dia 29, o 1º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Cinema de Curitiba. O filme selecionado para a abertura, que acontece no Teatro Guairinha, às 19h, foi Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz, dirigido por Joel Pizzini.

Além do documentário sobre o cineasta Rogério Sganzerla, a programação conta com títulos de gêneros e nacionalidades variados. Na Janela Internacional, os curitibanos poderão assistir a filmes como o búlgaro Ave, de Konstantin Bojanov; o argentino Las Acacias, de Pablo Giorgelli; o alemão Totem, de Jessica Krummacher, e o brasileiro Sudoeste, de Eduardo Nunes, entre muitos outros.

Na mostra Olhares Brasil serão exibidos os longas-metragens documentais As Hiper Mulheres, de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro; Estradeiros, de Sergio Oliveira e Renata Pinheiro; HU, de Pedro Urano e Joana Traub Csekö; e os de ficção Girimunho, de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr., e Tudo o Que Deus Criou, de André da Costa Pinto.

Entre os curtas estão Praça Walt Disney, de Renata Pinheiro e Sergio Oliveira; Dona Sônia Pediu uma Arma para seu Vizinho Alcides, de Gabriel Martins; Entre Nós, Dinheiro, de Renan Rovida, e a animação Realejo, de Marcus Vinicius Vasconcelos.

Durante o festival acontece ainda uma retrospectiva dedicada a John Cassavetes, com a exibição de cinco títulos dirigidos por ele. Uma exposição de video-arte no Museu Oscar Niemeyer e o I Seminário de Cinema Contemporâneo de Curitiba, que acontece no SESC Paço da Liberdade, completam a programação.

O festival vai até o dia 4 de junho e todas as exibições e eventos são gratuitos. A retirada dos ingressos deve ser feita uma hora antes do início das sessões.

Mais informações no site do evento.