Brasília – O cineasta Andrzej Wajda costuma ser associado ao gênero de cinema político, mas o Festival de Cinema Polonês 2011 – Wajda no Brasil vai mostrar que o mestre do cinema polonês é muito mais do que um crítico do totalitarismo.

Ao longo de 11 dias, será exibido um amplo painel da filmografia do diretor de obras-primas como Cinzas e Diamante e O Homem de Mármore, incluindo até passagens do cineasta por gêneros como a ficção científica e a comédia. A mostra – que acontece nos principais centros brasileiros – será realizada em Brasília de 6 a 16 de dezembro, no Auditório 1 do Museu Nacional de Brasília, com entrada é franca. O filme escolhido para a abertura foi A Vingança, uma surpreendente comédia de época dirigida por Wajda em 2002 e protagonizada por Roman Polanski.

O festival é uma oportunidade única de conhecer ou rever algumas das obras do diretor polonês que marcaram a história do cinema mundial. Serão apresentadas produções feitas entre 1960 e 2009. No total, onze filmes de vários gêneros, desde Os Inocentes Charmosos, que gerou polêmica em 1960 por apresentar um jovem casal jogando strip poker, até Cálamo, de 2009, inspirado num conto de Jaroslaw Iwaszkiewicz, um dos mais renomados escritores poloneses.

O Festival

Esta é a terceira edição do Festival de Cinema Polonês. A iniciativa foi criada em 2008, quando a Polônia celebrou o centenário do cinema polonês – em 22 de outubro de 1908, ocorreu em Varsóvia a primeira exibição pública da comédia Antonio, do diretor Jerzy Meyer – e realizou uma mostra que circulou pelo Brasil. Em 2010, ocorreu a segunda edição, desta vez com foco nas produções cinematográficas mais recentes do país. Neste ano, o cinema polonês será representado pelo cineasta Andrzej Wajda, cineasta já premiado com o Oscar, o Leão de Ouro em Berlim, a Palma de Ouro de Cannes, um Prêmio Cesar e tantos outros. Wajda tem hoje 85 anos e continua produzindo.

“No exterior, Wajda é conhecido, principalmente, como o realizador de grandiosas obras, dedicadas às questões da Segunda Guerra, do totalitarismo e transformação democrática na Europa Central. Porém, ao mesmo tempo, ele é criador de várias produções sutis, sem pretensões políticas, mas igualmente marcantes”, revela o Embaixador da República da Polônia, S.E.Jacek Junosza Kisielewski. “Na Polônia, as obras de Wajda são excepcionalmente apreciadas por retratarem, de maneira artística, os importantes períodos da história contemporânea polonesa. O diretor adaptou, também, grandes obras da literatura polonesa para o cinema. Estou certo de que o patrimônio cinematográfico de Wajda será igualmente bem recebido pelo público brasileiro, tanto pelos seus valores artísticos, quanto pelo fato de que ajudará a aproximar nossos dois países”, diz.

O espectador brasileiro vai poder conhecer o talento de Wajda em conduzir narrativas de gêneros diversos, a começar pela comédia A Vingança, filme de época, baseado em texto de um dos mais populares dramaturgos poloneses do século XIX, Aleksander Fredro, que abre a mostra. Haverá ainda O Senhor Tadeu, outro filme de época, altamente patriótico, inspirado num longo poema escrito em 1834 por Adam Mickiewicz e considerado uma espécie de Os Lusíadas da Polônia. Realizado em 1999, O Senhor Tadeu bateu todos os recordes de bilheteria do cinema polonês, misturando romance, poesia e toques de bom humor.

O Festival irá promover sessões diárias duplas para que cada filme possa ser exibido duas vezes, dando chance ao espectador de ter acesso à obra do grande diretor. As exibições acontecerão às 19h e 21h, com algumas exceções, como no dia de abertura, quando haverá uma única sessão, às 20h.

PROGRAMAÇÃO

06/12 – Terça-feira
20h A Vingança

07/12 – Quarta-feira
19h Crônica dos Acidentes Amorosos
21h Korczak

08/12 – Quinta-feira
19h Tudo à Venda
21h As Senhoritas de Wilko

09/12 – Sexta-feira
19h O Mesclado
20h O Homem de Mármore

10/12 – Sábado-feira
19h Os Inocentes Charmoso
20h30 O Senhor Tadeu

11/12 – Domingo-feira
19h Cálamo
21h A Vingança

12/12 – Segunda-feira
19h O Maestro
21h Crônica dos Acidentes Amorosos

13/12 – Terça-feira
19h O Homem de Mármore
21h40 Os Inocentes Charmosos

14/12 – Quarta-feira
19h As Senhoritas de Wilko
21h O Maestro

15/12 – Quinta-feira
19h O Mesclado
20h O Senhor Tadeu

16/12 – Sexta-Feira
19h Korczak
21h Cálamo

SERVIÇO

Festival de Cinema Polonês 2011 – Wajda no Brasil
Auditório 1 do Museu Nacional da República
Brasília – DF
De 6 a 16 de dezembro de 2011
Sessões às 19h e 21h – exceção para o dia de abertura, com sessão única, às 20h
Entrada franca