Luna e Cinara
(Luna e Cinara, BRA, 2012)

Documentário
Direção: Clara Linhart
Roteiro: Luna Galano Mochcovitch, Cinara Magalhães Neves
Duração: 14 min.
Nota: 4 ★★★★☆☆☆☆☆☆

O documentário Luna e Cinara tenta demonstrar um pouco da relação entre uma idosa e sua empregada doméstica em um dia de ida ao cinema. O curta-metragem é o resultado de um MBA em documentários feito por Clara Linhart, mais conhecida por ser assistente de direção em filmes como O Som ao Redor.

O visual incômodo, com uma falta de foco insistente, baixa qualidade de digital e mudanças abruptas de planos, prejudica bastante a imersão em mais um conto moderno de classes econômicas e resquícios da escravidão na sociedade atual.

A relação empregado doméstico e idoso, duas classes relegadas a segundo plano, é interessante, assim como as personagens Luna e Cinara e suas muitas observações sobre a vida. Porém, falta distanciamento afetivo ao filme e a liberdade na captação, que se preocupa mais com o texto do que com a qualidade final do material filmado compromete.

Um Grande Momento:
Explicando a sabedoria dos pataxós.

Luna-e-cinara_destaque

 

Deixem Diana em Paz
(Deixem Diana em Paz, BRA, 2013)

Animação
Direção: Júlio Cavani
Roteiro: Fred Navarro (HQ), Júlio Cavani
Duração: 10 min.
Nota: 6 ★★★★★★☆☆☆☆

Representação da depressão, a animação conta a história de uma jovem que fez tudo cedo demais, chegou onde queria chegar, mas não sabe mais para onde ir. Em um dia de rebeldia, não vai trabalhar e começa sua busca pela paz interior.

Em tempos de técnicas realistas e de uma verdadeira corrida pela superação tecnológica, é curioso assistir a uma animação que utilize a técnica do bico de pena. Ainda que cause algum estranhamento justamente pela falta de realismo, a boa história, adaptada dos quadrinhos de Fred Navarro e narrada pelo ator Irandhir Santos, prende a atenção. Porém, a trilha sonora original pode incomodar.

Um Grande Momento:
Diana voltou pra casa.

Deixem-diana-em-paz_destaque

 

Sylvia
(Sylvia, BRA, 2013)

Ficção
Direção: Artur Ianckievicz
Elenco: Juliana Espírito Santo, Daniele Dias, Karén Debértolis, Paulo Castro
Roteiro: Artur Ianckievicz
Duração: 17 min.
Nota: 5 ★★★★★☆☆☆☆☆

Sylvia sobrevive vendendo dvds piratas e passa as noites treinando boxe em uma academia de Londrina. Em um dos treinos conhece Nathalia e as duas ficam amigas.

Fortemente inspirado no blaxploitation, o curta tem uma abertura bastante interessante, mas algumas opções de corte e exageros visuais incomodam, assim como a irregularidade do elenco. Os defeitos acabam bem integrados ao resultado final e permitem a ideia de que o filme segue exatamente a linha que o diretor gostaria que seguisse. Bons enquadramentos e algumas cenas confirmam a impressão.

Porém, apenas perceber que tudo seja de propósito não altera o resultado final do curta, que poderia ter sido bem melhor. A trilha sonora é sensacional.

Um Grande Momento:
A abertura.

Sylvia_destaque2