(Em Teu Nome, BRA, 2009)

O número de filmes nacionais produzidos sobre o período da ditadura militar cresce a cada dia que passa. É um modo de lembrar às pessoas que aquilo aconteceu no Brasil, mas nem sempre funciona como deveria.

Baseado na vida de um estudante João Carlos Bona Garcia, exilado durante o regime e um dos principais nomes na luta pela anistia, o filme não consegue se definir entre filme de guerrilha e filme de exílio, ainda que apoiado em uma bela história.

Além das já conhecidas imagens de tortura, que filmes com essa temática adoram repetir, as viagens de Bona, ou no filme Boni, por vários cantos do mundo também são mostradas em detalhes aos espectadores. A opção parece ainda mais equivocada quando vemos que as locações não refletem, nem de perto, a efervescência de locais como o Chile durante o turbulento e violento golpe de Pinochet.

As atuações são contidas e é difícil criar um vínculo entre todas as ações que vemos na tela. A sensação é de que tem gente demais para se conectar, ainda que não tenha.

No elenco nomes como Leonardo Machado, que já trabalhara com o diretor Paulo Nascimento em Valsa para Bruno Stein e dá vida a Boni; Marcos Paulo, como o truculento delegado PS; Julia Feldens, que vive o papel de sua própria mãe, a irmã de Bona na vida real; César Troncoso e Sílvia Buarque.

Tecnicamente, a direção de arte de Voltaire Danckeardt é correta ao retratar a década de 70 e a fotografia de Roberto Laguna é interessante, embora não seja muito ousada. Já a trilha sonora ficou bem prejudicada pela repetição e acabou deixando o espectador mais ansioso pela chegada da anistia.

Embora tenha problemas, o filme emociona o público com imagens como a do verdadeiro Bona e de sua esposa Celi ao final.

É só mais um filme sobre ditadura militar, ou tenta ser. Ainda que não consiga ir muito além da história de amor do casal Boni e Celi.

Um Grande MomentoBida e Célia.Em-teu-nome_poster


Drama
Direção: Paulo Nascimento
Elenco: Leonardo Machado, Fernanda Moro, Nelson Diniz, César Troncoso, Marcos Paulo, Julia Feldens, Sílvia Buarque, Marcos Verza, Gilberto Perin, Sirmar Antunes, Rafael Sieg
Roteiro: Paulo Nascimento
Duração: 100 min.
Minha nota: 5/10