(Elizabeth, ING, 1998)

Drama

Direção: Shekhar Kapur

Elenco: Cate Blanchett, Geoffrey Rush, Joseph Fiennes, Christopher Eccleston, Fanny Ardant, Vincent Cassel, Eric Cantona, Richard Attenborough, John Gielgud, Daniel Craig

Roteiro: Michael Hirst

Duração: 124 min.

Sinopse

Inglaterra, 1554. O país está dividido entre católicos e protestantes. Mary Tudor está no poder e é uma católica fervorosa, mas tem um tumor que a deixa com os dias contados. Sua meia-irmã, Elizabeth, é uma protestante convicta e a primeira na linha de sucessão.

Elizabeth é levada até a rainha, que tenta fazê-la prometer que o país seguirá o catolicismo. Mas, apesar de poder morrer, Elizabeth diz que será fiel à sua consciência.

Já no leito de morte de Mary Tudor, o Duque de Norfolk tenta fazer em vão com que a rainha assine a pena de morte de Elizabeth que, com a morte de Mary, é coroada rainha.

Entretanto, Elizabeth herda um país falido, sem exército e com inimigos por todos os lados, até mesmo na sua própria corte, forçando-a a calcular cada passo para permanecer no poder.

Inicialmente ela comete erros graves, mas gradativamente vai se firmando e, sempre aconselhada por Sir Francis Walsingham, ela planeja matar todos os seus inimigos para consolidar seu poderio.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Oscar: Filme, Atriz (Cate Blanchett), Fotografia (Remi Adefarasin), Figurino (Alexandra Byrne), Maquiagem (Jenny Shircore), Direção de Arte (John Myhre, Peter Howitt), Trilha Sonora (David Hirschfelder)

BAFTA: Filme, Filme Inglês, Direção, Roteiro Original, Atriz (Cate Blanchett), Ator Coadjuvante (Geoffrey Rush), Edição (Jill Bilcock), Fotografia, Figurino, Maquiagem, Cenografia (John Myhre), Trilha Sonora

Globo de Ouro: Filme de Drama, Direção, Atriz de Drama (Cate Blanchett)

MTV Movie Awards: Promessa Feminina (Cate Blanchett)

Veneza: Max Factor – Maquiagem

Toronto: Performance Feminina (Cate Blanchett)