(Elis, BRA, 2016)
Drama
Direção: Hugo Prata
Elenco: Andréia Horta, Gustavo Machado, Caco Ciocler, Zécarlos Machado, Lúcio Mauro Filho, Julio Andrade, Alex Teix, Bruce Gomlevsky, Ícaro Silva, Isabel Wilker, César Troncoso
Roteiro: Luiz Bolognesi, Vera Egito, Hugo Prata
Duração: 110 min.
Nota: 4 ★★★★☆☆☆☆☆☆

Quando se trata de cinebiografias, há o desafio de manter coerência e concisão narrativas em cerca de duas horas de projeção. No caso de cinebiografias no cinema brasileiro atual, há também a preocupação de produções que são pensadas para serem reeditadas no formato de um seriado televisivo. No caso de Elis, ambas as questões são problemáticas.

Para começar, o filme tenta dar conta de toda a carreira musical da Pimentinha (Andréia Horta, de Muita Calma Nessa Hora), desde sua chegada ao Rio de Janeiro até sua morte. Nesse caminho, o longa parece ter sido filmado com um roteiro em formato de checklist. Passa-se de um ponto a outro sem muito cuidado com o conjunto.

Na ânsia de contar muitas passagens marcantes da jornada da protagonista, o filme se atropela. Há cenas curtas dedicadas a acontecimentos que se provam pouco relevantes para o todo e saltos temporais abruptos.

elis_interno

Tudo isso deixa a impressão de se estar diante de um compacto de uma produção de maior duração. Entretanto, durante o Festival de Gramado – de onde o filme saiu com os prêmios de atriz, edição e escolha do público -, o diretor Hugo Prata assegurou que não há planos de transformar seu primeiro longa-metragem em uma minissérie. É aguardar para ver.

Outra exigência que se faz ao gênero é a autenticidade. Nesse caso, a direção de arte de Frederico Pinto (Entre Nós) na reconstituição de época e a coragem do roteiro em mostrar tanto a luz quanto a obscuridade de Elis Regina são elogiáveis.

Já no elenco, há espaço para subjetividade na encarnação dos atores para reviverem figuras conhecidas no imaginário do espectador. No centro está Andréia Horta, que claramente se entrega para o papel-título. Nesse processo, haverá quem aprove o mergulho da atriz e haverá quem ache que ela passou do limite da caricatura.

Um Grande Momento:
Os ensaios com Lenny Dale.

elis_poster

Links

No IMDb