Começa na próxima quarta-feira (25), em São Paulo, a 14ª edição do festival É Tudo Verdade, criado pelo jornalista Amir Labaki, um dos maiores conhecedores do cinema documental do Brasil.

Os filmes selecionados para a noite de abertura são “Cartas ao Presidente”, do cineasta tcheco Petr Lom, e “Domingos”, estréia na direção da atriz Maria Ribeiro. Enquanto o primeiro acompanha as viagens pelo Irã do polêmico presidente Mahmoud Ahmadinejab, o segundo celebra a vida e a obra do dramaturgo e cineasta Domingos Oliveira.

Como em outras edições, o festival acontece também no Rio de Janeiro e tem sua primeira sessão, com os dois filmes, na sexta-feira (26).

Entre os títulos selecionados estão os brasileiros “Garapa”, de José Padilha; “Sobreviventes”, de Mirian Chnaiderman e Reinaldo Pinheiro, e “Corumbiara”, de Vincent Carelli. Entre os títulos internacionais estão “René”, de Helena Trestikova; “Problema É Comigo”, de Juliette Veber, e “Esquecido Papai”, de Rick Minnich e Matt Sweetwood.

A cerimônia de premiação acontece no dia 04 de abril, na capital paulista, e o festival continua até o dia 05 tanto em São Paulo como no Rio de janeiro. Os filmes também podem ser conferidos em Brasília, de 14 a 26 de abril.

A programação completa pode ser conferida no site do É Tudo Verdade.

Este ano aqueles que não puderem estar presentes nas salas de projeção vão contar com a cobertura do blog Movie You, da cinéfila Mariana Bonfim, que será atualizado com diversas críticas sobre os documentários exibidos.

O Cenas de Cinema também vai conferir alguns dos filmes exibidos.