(Dunya & Desie, HOL, 2008)

Drama

Direção: Dana Nechushtan

Elenco: Maryam Hassouni, Eva van de Wijdeven, Alix Adams, Ilias Addab, Mahjoub Benmoussa, Theo Maassen, Iliass Ojja

Roteiro: Robert Alberdingk Thijm

Duração: 98 min.

Minha nota: 4/10

No primeiro dia das mostras do X FIC Brasília, o filme escolhido para iniciar a minha saga cinematográfica foi o drama holandês Dunya e Desie. Uma adaptação, com as mesmas atrizes, de uma série televisiva que durou dois anos por lá.

Duas amigas inseparáveis são vizinhas. Dunya é muçulmana, descendete de marroquinos, e tem que viver de acordo com as rígidas regras estipuladas pela família. Desie é impulsiva, bem soltinha, não dá muita importância para regras e convenções.

Ao mesmo tempo que Desie descobre que está grávida do novo ficante, Dunya está de malas prontas para Marrocos, pronta para conhecer um primo distante, que foi escolhido pelo pai para ser o seu novo marido.

As duas acabam juntas em Marrocos e durante esse período descobrem muitas coisas sobre a vida e sobre elas mesmas.

O filme tem aquele ar conhecido de sessão da tarde misturado com Malhação e, mesmo sendo uma adaptação para o cinema, muito do formato televisivo pode ser notado.

O elenco está até bem e têm muitos momentos inspirados. Algumas paisagens são lindas e a história transmite algumas mensagens interessantes.

Algumas falhas de roteiro e de continuismo chegam a irritar quem assiste ao filme e o ritmo não consegue se manter o tempo todo.

Bom para quem quer assistir um filme bonitinho mas que tenha alguma mensagem. Adolescentes podem se identificar mais com a história, que também deve funcionar muito mais com quem já conhece a série.

Próximas sessões no Festival: 1º/11, às 16h40; 07/11, às 17h20.

Um Grande Momento

A conversa com a mãe é de cortar o coração.



Links

Site Oficial

Imdb