SÃO PAULO – Não é só no teatro que os fãs do encenador e dramaturgo Robert Wilson poderão conferir sua trajetória. Em paralelo à temporada do monólogo “A última gravação de Krapp” no Teatro do SESC Belenzinho, o CineSESC exibe, no dia 16/4, às 20h30, Absolute Wilson, documentário produzido pela diretora alemã radicada em Nova York Katharina Otto-Bernstein.

O filme traz um olhar de candura sob a história do homem que se tornou um dos artistas de teatro mais visionários da atualidade. Narra a infância solitária e tumultuada como o filho do prefeito de Waco, no Texas (EUA), local em que a segregação racial e o fanatismo religioso só o tornavam um garoto ainda mais deslocado; suas primeiras dificuldades de aprendizagem e o uso da terapia como ferramenta para expressão artística; sua saída de casa e o fascínio que a cena avant-garde da Nova Yorkdos anos 60 exerceu sobre Wilson.

Pelas lentes de Katharina, é possível observar o trabalho terapêutico precoce do artista com crianças hiperativas e a profunda influência que essa experiência catártica teria em seu relacionamento com a linguagem e o movimento. O que emerge é uma vida cheia de impressões, cores e ritmos, tornando ainda mais pungente a maneira como as primeiras dificuldades deram forma à sua visão estética inovadora e permitiram a criação de algumas das produções mais marcantes do século XX.

Absolute Wilson conta com depoimentos de personalidades como David Byrne, fundador da também vanguardista banda Talking Heads e colaborador de Wilson em “The Knee Plays” e “The Forest”; Willian Burroughs, escritor da geração Beat e autor do clássico “Almoço Nu”; Philip Glass, compositor minimalista responsável por inúmeras trilhas sonoras e um dos mais influentes músicos do século XX, entre outros.

Robert Wilson estará presente na sessão.

SERVIÇO
Absolut Wilson
Dia 16/4, às 20h30.
CineSESC
R. Augusta, 2075 – Cerqueira Cesar
Entrada gratuita – Retirada de ingressos 1h antes apenas no CineSESC