Visto na TV(Cut, AUS/ALE/EUA, 2000)

Terror

Direção: Kimble Rendall

Elenco: Molly Ringwald, Frank Roberts, Kylie Minogue, Geoff Revell, Jessica Napier, Sarah Kants, Stephen Curry, Matt Russell

Roteiro: Dave Warner

Duração: 82 min.

Minha nota: 1/10

Ficar muito tempo sem assistir a filmes é sempre um problema. Como não tinha muito mais o que fazer e tinha que ficar em casa, resolvi conferir a programação de hoje na tv a cabo. A primeira parada que dei foi no filme A Dama na Água e acabei dormindo. Quando acordei ainda peguei a cena da cura, mas resolvi não ficar para conferir o final. No meio do caminho encontrei uma pérola do cinema “slash tosco da pior qualidade” ainda nos créditos iniciais e não resisti, fiquei para conferir.

Uma diretora pára as filmagens de um filme de terror para repreender o ator que interpretava o assassino. Indignado, ele resolve matá-la. Misteriosamente, todos os outros diretores e produtores que tentam finalizar o filme morrem.

Anos mais tarde, uma turma da faculdade de cinema resolve retomar a produção e chama a mesma atriz para fazer o papel principal. Claro que um monte de mortes acaba acontecendo.

Além da história boba e sem nexo, o filme até tenta ser assustador, mas só consegue mesmo provocar risadas nos espectadores. Como sempre, na tela vemos muito sangue, um vilão sem nenhum sentido, fugas para lugares pequenos e sem saída, corpos pendurados, corpos cortados e uma tesoura para lá de afiada.

O diretor, Kimble Rendall já tinha dirigido Kylie Minogue no curta Hayride to Hell, mas depois de Cut resolveu abandonar a cadeira de diretor para assumir o posto de assistente de direção. Entre seus trabalhos no novo cargo estão as seqüências de Matrix, Casanova e Eu, Robô.

A maior curiosidade do filme fica mesmo por conta da participação da cantora australiana, que fez muito bem em não seguir a carreira de atriz, e a eterna garota de rosa-choque Molly Ringwald.

No mais é só mais um motivo para gastar o tempo, ver como as pessoas podem ter idéias bizarras e dar boas gargalhadas. Perfeito para quem gosta de filminhos ruins e cheios de sangue que seguem a receita básica de outros sucesos do gênero, como Sexta-Feira 13 e A Hora do Pesadelo.

Um Péssimo Momento

Como esqueceram de avisar ao diretor que era necessário um grande momento, vou falar do pior de todos eles: tentar matar uma maldição queimando rolos de filme é de doer.

Links

Imdb