Visto em DVD(How to Lose a Guy in 10 Days, EUA, 2003)

Romance

Direção: Donald Petrie

Elenco: Kate Hudson, Matthew McConaughey, Kathryn Hahn, Annie Parisse, Adam Goldberg, Thomas Lennon, Michael Michele, Shalom Harlow, Robert Klein, Bebe Neuwirth

Roteiro: Michelle Alexander e Jeannie Long (livro), Kristen Buckley, Brian Regan, Burr Steers

Duração: 116 min.

Minha nota: 7/10

Claro que, como uma boa admiradora de historinhas bobas, eu não só já assisti ao filme várias vezes, como tenho o dvd na minha prateleira de “águas-com-açúcar”. Confesso que meu primeiro contato com ele não foi o mais confiante. Achei que veria caras e bocas demais dos protagonistas para contar uma história que eu já sabia o final. O filme não tem nenhuma pretensão de ser mais do que isso. E por isso, talvez, tenha um charme especial.

Como foi reprisado esse mês e citado no último combo dos namorados, agora resolvi falar sobre ele.

Uma jornalista de moda não agüenta mais escrever sobre coisas inúteis em sua coluna “Como Fazer” e, ao mesmo tempo, tem que agüentar a sua chefe chata e segurar a barra de uma amiga que consegue assustar todos os seus namorados em menos de uma semana de namoro.

Na mesma Nova York, um publicitário bonitão conta com a ajuda de dois amigos bobões para conseguir a conta mais cara da agência e tenta ser sempre melhor do que duas gananciosas colegas de trabalho.

De um lado, ela assume a responsabilidade de uma matéria sobre meios de afastar um homem, para salvar a pele da amiga que acabara de sofrer outra desilusão amorosa (a mesma que dá o nome ao filme). De outro, ele aposta a conta dos maiores comerciantes de diamantes com suas rivais e, para ganhar, tem que provar que não só entende de mulheres, como pode fazer uma apaixonar-se perdidamente por ele em dez dias.

Claro que tudo vai acontecer exatamente como todo mundo esperava. Eles se encontram, se escolhem e, daí em diante, fica aquele jogo maluco: ela quer assustá-lo e ele quer conquistá-la. A confusão gera momentos hilários e não tem como não se envolver com a história.

Na verdade, muito se deve ao carisma dos dois protagonistas e à química de ambos, já que o roteiro nem sempre consegue ser criativo em suas piadas. Mas nem por isso pode ser classificado como um mal roteiro, já que cumpre seu papel mais importante: divertir.

Além dos protagonistas e do roteiro, temos personagens coadjuvantes interessantes e atores empenhados. A trilha sonora também é bem legal. Mas é claro que você não vai se surpreender e pensar que foi a melhor coisa que você já viu na vida.

Um bom programa para aqueles que gostam de filmes do gênero e querem se divertir. Meninas vão adorar a história toda e muitos meninos vão se divertir vendo algumas coisas que já estão muito acostumados a, pelo menos, ouvir falar.

Diversão garantida e totalmente descomprometida. Para aqueles que não suportam filminhos bobos, mas querem agradar a namorada, sempre há a opção do combo.

Um Grande Momento

Princesa Sofia.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

MTV Movie Awards: Melhor Performance Feminina (Kate Hudson)

Links

Site Oficial

Imdb