41-Festival-de-cinema-de-gramado

Com o friozinho da serra gaúcha, a bela cidade de Gramado vira o palco do evento cinematográfico mais charmoso do Brasil, o Festival de Cinema de Gramado, que começa hoje (9) e segue até o dia 17 de agosto.

Mais democrático depois que a nova direção do evento resolveu cobrar preços acessíveis pelos ingressos, o Palácio dos Festivais, local das principais exibições, vai abrir as portas aos cinéfilos de plantão e curiosos do cinema para uma mostra do que há de novo no cinema brasileiro e latino.

Além do cinema, o festival mantém o glamour das edições anteriores, a sua marca registrada. Com muitas homenagens em sua programação, o tapete vermelho continua sendo uma das atrações do público que cerca o local para acompanhar a passagem de artistas e celebridades.

Flores-Raras_still

Festa de abertura

A abertura do festival acontece hoje, às 17h na Rua Coberta, do Palácio dos Festivais e conta com a participação da Orquestra Sinfônica de Gramado, regida pelo maestro Bernardo Gings, que executará trechos de famosas músicas do cinema nacional, latino e internacional.

[Atualização: A organização do festival avisa que, devido ao tempo chuvoso, a abertura foi adiada para às 19h, no Palácio dos Festivais]

O filme escolhido para a noite foi Flores Raras, novo longa-metragem de Bruno Barreto, com Glória Pires e Miranda Otto nos papéis da arquiteta Lota de Macedo Soares e a poetisa Elizabeh Bishop, respectivamente. Ambientado entre os ano 50 e 60, o filme conta a história destas duas mulheres e do amor entre elas.

Glória Pires, que também fará a apresentação do filme, recebe a homenagem da noite: o troféu Oscarito, por sua contribuição ao cinema. Além da atriz, outras homenagens estão previstas para esta edição: os atores Othon Bastos e Wagner Moura; o filme Sargento Getúlio, de Hermano Penna, que completa 30 anos este ano, e o Canal Brasil.

Ate-que-a-sbornia-nos-separe_still

Programação

Com uma seleção promissora de longas e curtas-metragens, o festival promete agradar tanto a crítica quanto o público este ano.

Entre os concorrentes brasileiros desta edição estão os primeiros longas de experientes curta-metragistas, como A Bruta Flor do Querer, de Andradina Azevedo e Dida Andrade, e A Coleção Invisível, de Bernard Attal, que conta com Vladmir Brichta, Walmor Chagas e Paulo Cesar Peréio no elenco. Hilton Lacerda, reconhecido roteirista também estreia atrás das câmaras com Tatuagem, estrelado por Irandhir Santos.

A única animação da seleção é Até Que a Sbórnia nos Separe, de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr., que conta a história dos músicos Kraunus e Pletskaya, consagrados pelo espetáculo musical Tangos & Tragédias; e o único documentário é Revelando Sebastião Salgado, de Betse de Paula, sobre um dos mais reconhecidos fotógrafos brasileiros de todos os tempos. Completam a seleção Éden, de Bruno Safadi, com Leandra Leal e João Miguel; Os Amigos, de Lina Chamie, com Marco Ricca, Dira Paes, Caio Blat e Alice Braga, e O Primeiro Dia de um Ano Qualquer, de Domingos de Oliveira, com Maitê Proença e Dedina Bernadelli.

A programação completa do festival pode ser conferida aqui.

Festivais e Prêmios

Duas mostras especiais fazem parte da programação paralela do 41º Festival de Cinema de Gramado. As sessões, realizadas no Teatro Elisabeth Rosenfeld (rua São Pedro, 369) nos dias 12, 13, 15 e 17 de agosto, apresentarão filmes do Festival de Mar Del Plata (Argentina) e do Festival Internacional del Nuevo Cine Latino Americano (Cuba).

Em 2013, ano que marca o centenário do cineclubismo mundial, o Prêmio Dom Quixote será entregue pela primeira vez em Gramado. O prêmio para melhores filmes apresentados em festivais internacionais é outorgado pela Federação Internacional de Cineclubes (FICC), que também promove a divulgação do filme escolhido em todo o mundo, especialmente entre cineclubes.

Novidades

Neste ano, as tradições vão se mesclar com algumas novidades preparadas pelos realizadores do evento. A primeira delas é a nova trilha sonora, composta por Calos Badia. A decoração do Palácio dos Festivais também está diferente. Idealizado pelo arquiteto Bernardo de Magalhães, da CRIO Arquitetura, o novo visual lembra os festivais de cinema europeus.

O Festival de Gramado ganha também um aplicativo para iPhone, com informações básicas como programação geral, filmes concorrentes, prêmios, notícias atualizadas e compra de ingressos. O app está disponível para download na AppleStore.