(Cloverfield, EUA, 2008)

Ação

Direção: Matt Reeves

Elenco: Mike Vogel, Michael Sthal-David, T. J. Miller, Jessica Lucas, Lizzy Caplan, Odette Yustman

Roteiro: Drew Goddard

Duração: 85 min.

Minha nota: 6/10

Depois de ouvir metade do mundo falando mal de Cloverfield resolvi tomar coragem de alugar para assistí-lo já sabendo que não veria grandes coisas.

O filme conta a história de grupo de amigos tentando se defender de um monstro que invade a cidade de Nova York destruindo tudo que vê pela frente.

Usando a técnica do famoso A Bruxa de Blair, Matt Reeves mostra todos os acontecimentos através da câmera digital de um dos amigos, que antes estava filmando depoimentos em uma festa de despedida.

Ao contrário de muita gente, achei a premissa do filme bem interessante e discordo daqueles que ficaram indignados pelo personagem estar filmando enquanto foge. É claro que é inverossímel! Tanto quanto um monstro a la Godzila chegar devastando uma cidade, não é mesmo?

Apesar da boa idéia do filme, tudo perde um pouco a graça depois que o monstro aparece. Seria muito mais interessante se os espectadores não soubesse o que está realmente o que está acontecendo.

Os destaques ficam para a parte técnica, a boa edição e o excelente som fazem toda adiferença.

Aliás, era para ser uma surpresa, mas a distribuidora no Brasil estragou tudo ao colocar o péssimo subtítulo “monstro”.

No mais, é um filme divertido que consegue, de certo modo, prender a atenção do espectador. Mas não é nada demais e não é daqueles que vai mudar a sua vida.

Para dias em que não se quer pensar em nada.

Um Grande Momento

Voltando a fita para mostrar alguma coisa no meio da confusão.



Prêmios e indicações
(as categorias premiadas estão em negrito)

Oscar:

Links

Site Oficial

Imdb