A Cinemateca Brasileira homenageia o cineasta Hector Babenco, falecido na última semana, com uma retrospectiva de suas obras. A mostra acontece de 21 a 24 de julho, na Sala BNDES.

Nascido na Argentina, Hector Babenco mudou-se para o Brasil com 19 anos e, em 1977, naturalizou-se brasileiro. Dois anos antes, laçaria seu primeiro filme no Brasil, O Rei da Noite. A filmografia do diretor tem sucessos de bilheteria, como Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia e títulos que se tornaram conhecidos em todo o mundo, como Pixote, a Lei do Mais Fraco.

Babenco foi o primeiro diretor brasileiro a concorrer ao Oscar, com a produção internacional O Beijo da Mulher Aranha. Entre seus filmes produzidos internacionalmente estão ainda Brincando nos Campos do Senhor e Ironweed, protagonizado por Meryl Streep e Jack Nicholson, ambos indicados ao Oscar por suas atuações.

De volta à Argentina, o cineasta filmou Buenos Aires no longa O Passado. No Brasil, dirigiu ainda Carandiru e lançou recentemente seu último filme, Meu Amigo Indu.

Confira a programação da mostra em homenagem ao diretor:

QUINTA 21/07
19h00 O Rei da Noite
21h00 Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia

SEXTA 22/07
19h00 Pixote, a Lei do Mais Fraco
21h30 O Beijo da Mulher Aranha

SÁBADO 23/07
17h30 Ironweed
20h30 Brincando nos Campos do Senhor

DOMINGO 24/07
16h00 Coração Iluminado
18h30 Carandiru
21h00 O Passado

SERVIÇO
Cinemateca Brasileira
Endereço
Largo Senador Raul Cardoso, 207
Próximo ao Metrô Vila Mariana
Outras informações: (11) 3512-6111 (ramal 215)
Toda a programação tem entrada franca.