Mila-em-hollywood_interno2

Era impossível ir à Califórnia e não conhecer Hollywood. Logo no segundo dia no estado que já foi governado por The Terminator, eu e minha roomate seguimos rumo a Los Angeles. Waze apontando para a Hollywood Boulevard e, quase uma hora depois, eu estava lá. A primeira coisa que me chamou atenção foi sair do estacionamento e, ao virar a esquina, já estar pisando na Calçada da Fama. Tentei localizar algum nome conhecido, mas na altura em que eu estava, não constavam nomes tão famosos do grande público, o que me fez perceber a imensa extensão daquela calçada. Ambos lados da rua são cobertos por estrelas, que eu não consegui descobrir onde começavam ou terminavam.

Mila-em-hollywood_interno7

Decidimos ir ao Centro, onde, segundo um pedestre, estava a parte mais movimentada, local onde estão o Chinese Theater, o Dolby Theatre e muito mais. Enquanto caminhava, comecei a notar uma pessoa vestida de Super-Homem que atravessava a rua. Para minha surpresa, ele seria apenas o primeiro de muitos, mais muitos, sósias de famosos e personagens que eu encontraria naquele dia. Desde os mais tradicionais, como Marilyn Monroe, vários personagens da Marvel e DC, e até o elenco da franquia (idêntico por sinal) de Se Beber Não Case. vê-se de tudo, inclusive os inúmeros personagens super saturados de animações sucesso de bilheteria como Sherk e Frozen. Falando neste último, não se assuste se algum dia encontrar a Princesa Elsa na fila da Starbucks louca por um Frapuccino bem geladinho para se refrescar do calor de quase 40ºC do verão americano.

Mila-em-Hollywood_interna3

Sósias e fantasias à parte, quem comandou a festa naquela manhã de sábado foi a trupe de fãs dos Caças-Fantasmas. Dei sorte de visitar Hollywood exatamente no dia da pré-estréia de Caças-Fantasmas. A lacuna de 27 anos entre o último filme da série dirigido por Ivan Reitman e a nova versão de Paul Feig, desta vez com mulheres como protagonistas, deixaram os fãs em polvorosa. Arrisco dizer que eram centenas de fãs vestidos com suas roupas de caçadores de fantasmas e mochilas de prótons fiéis aos trajes dos filmes da década de 80. Foi um momento único fazer parte daquela reunião de fãs, com seus nomes originais grudados nos macacões, relembrando cenas dos filmes e tirando selfies com turistas como se fossem verdadeiras celebridades.

Mila-em-Hollywood_interna1

Um local que eu estava bastante ansiosa para visitar era o Chinese Theather. Eu já havia passado por diversas lojas de souvenirs que vendiam ímãs de geladeira com os famosos blocos de cimento com assinaturas e marcas de pés e mãos de pessoas célebres. Foi muito curioso chegar à entrada do teatro e pisar naquele pavimento heterogêneo onde tantos artistas que admiro deixaram sua marca. Aquele espaço, que eu imaginava ser muito maior, é encantado. Lembro-me de ficar parada, contemplando a arquitetura da entrada do teatro, ao mesmo tempo que tentava procurar, entre tantos pés que pisavam aquele chão, o nome dos meus artistas favoritos. Foi o momento, confesso, de fã, de tirar fotos das marcas das mãos da Meryl Streep, que já carregaram três Oscars.

O passeio não seria completo se eu não fosse ao Dolby Theatre (antigamente chamado de Kodak Theatre), espaço onde vêm sendo realizadas as cerimônias de entrega do Oscar. Mesmo sem ter o glamour do tapete vermelho estendido enquanto entrava no teatro, a sensação de subir as escadas que dão acesso ao local onde já aconteceram premiações memoráveis é indescritível. Passei uns bons minutos olhando as colunas com os nomes dos vencedores do Oscar de Melhor Filme e lembrando de cada premiação, as que eu concordei com o vencedor, as que não concordei…

Visitar Hollywood é um passeio indispensável para quem tiver a chance de ir à região de Los Angeles.Para mim, foi incrível finalmente pisar, admirar e, acima de tudo, sentir a magia daquele lugar.