(Cidade de Deus, BRA, 2002)

Drama/Policial

Direção: Fernando Meireles e Kátia Lund

Elenco: Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino, Phellipe Haagensen, Douglas Silva, Jonathan Haagensen, Matheus Nachtergaele, Seu Jorge, Alice Braga.

Roteiro: Bráulio Mantovani

Duração: 130 min.

Nota: 10/10

* Postado originalmente no Cenas de Cinema do UOL.

Já que está na moda falar de Cidade de Deus, vou aproveitar o novo espaço para homenageá-lo também.

O filme é uma narração da briga entre Zé Pequeno e Mané Galinha na esquecida e mal planejada Cidade de Deus (um daqueles centros habitacionais inventados pelo governo para amontoar gente pobre). A história é contada e registrada por um aspirante a fotógrafo que faz de tudo para fugir da criminalidade.

Não é um enredo muito bonito, é verdade. Mexe com a nossa alma ao mostrar aquilo que fingimos não ver e, ainda por cima, envolvendo crianças. É forte e triste, principalmente para nós que aqui vivemos.

Mas não é só isso que faz o sucesso do filme. Tecnicamente ele é perfeito. Fernando Meireles ousou ao escolher um grupo de jovens atores que nunca haviam visto uma câmara, mas deu certo. Aumenta o toque documental do filme, faz com que ele seja ainda mais real.

O trabalho de fotografia é um dos mais impressionantes do cinema mundial. As cores do filme, junto com a movimentação da câmera faz com que você se sinta lá dentro.

Realmente, é um dos melhores filmes que o cinema já produziu. E isso não é a opinião de uma brasileira que tem, hoje, orgulho do cinema nacional. Isso é a opinião de gente de todo o mundo. No site Imdb, ele está listado entre os250 melhores filmes de todos os tempos na opinião de internautas (na frente de O Resgate do Soldado Ryan, O Mágico de Oz, Alien, A Vida É Bela entre outros), sem falar nas quatro indicações ao Oscar que recebeu esse ano.

É um filme obrigatório!

Um Grande Momento

A transformação de Dadinho em Zé Pequeno


Prêmios e indicações (as categorias premiadas estão em negrito)

Oscar (2004): Fotografia (César Charlone), Direção, Edição (Daniel Rezende) e Roteiro Adaptado.

Globo de Ouro: Filme Estrangeiro

AFI Fest: Filme Estrangeiro (escolha da audiência)

Batfa: Edição e Filme Estrangeiro

Cartagena: Direção (Fernando Meireles) e Filme

Prêmio Brasil de Cinema: Fotografia, Direção, Edição, Filme, Roteiro Adaptado, Som e Ator (Leandro Firmino)

Festival de Havana: Elenco (Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino, Phellipe Haagensen, Douglas Silva, Jonathan Haagensen, Matheus Nachtergaele e Seu Jorge), Fotografia e Edição. Fernando Meireles ganhou seis prêmios especiais neste festival.

Toronto: Filme estrangeiro

 

Site Oficial