(Leap Year, EUA/IRL, 2010)

Comédia/Romance
Direção: Anand Tucker
Elenco: Amy Adams, Matthew Goode, Adam Scott, John Lithgow, Noel O’Donovan, Tony Rohr, Pat Laffan, Alan Devlin
Roteiro: Deborah Kaplan, Harry Elfont
Duração: 100 min.
Nota: 7 ★★★★★★★☆☆☆
Em alguns momentos da vida, nada pode ser melhor do que um filminho bobinho daqueles que, além de fluir facilmente, faça sorrir sem que você perceba.

Assim é a comédia romântica Casa Comigo?. Sem grandes pretensões, com uma dupla cativante, diálogos gostosos e lindas paisagens da Irlanda, o filme acaba conquistando o seu público que, apesar de já saber exatamente o que vai acontecer, não tem nenhum interesse em parar de acompanhar a trama.

Anna é toda certinha e parece ter sempre o controle da situação. Seu namorado é Jeremy, um impecável cardiologista que anda enrolando para pedi-la em casamento, mesmo depois de quatro anos de namoro. Depois de deixar a namorada frustrada mais uma vez, ele parte para Dublin para uma convenção médica.

Ao saber de um tradição irlandesa para os anos bissextos, segundo a qual as mulheres aproveitam o 29 de fevereiro para pedir a mão dos namorados em casamento, Anna resolve partir também para Dublin. Mas tudo dá errado na viagem e ela acaba parando em uma cidadezinha minúscula, onde conhece o casca-grossa, mas nem por isso desinteressante, Declan e acaba contratando-o para levá-la até à capital da Irlanda.

A historinha segue a trilha de todas as outras do mesmo gênero. Com um conhecido sarcasmo nos diálogos, as reviravoltas esperadas e algumas cenas que já vimos tantas vezes, como a do beijo, nada surpreenderia muito se não fosse pela presença de Amy Adams e Matthew Goode. Com um carisma individual que já impressiona, o casal funciona muito bem na tela e é difícil não torcer por eles.

Além dessa química entre os dois atores e do texto interessante, Anand Tucker acerta ao nunca querer ser muito mais do que é e ao fazer um filme exatamente como o público espera que ele seja, na linha contrária de seu Garota da Vitrine, mas seguindo a tradição das melhores comédias-românticas dos últimos tempos.

Apesar de suas qualidade, o filme nunca seria tão envolvente se não acontecesse na Irlanda. As locações, cheias de despenhadeiros, lagos, muito verde e castelos, são maravilhosas e super propícias para a criação de um clima romântico.

Uma ótima pedida para momentos que pedem leveza e distração. Já que é para não pensar, que seja vendo dois bons atores, em um lugar maravilhoso, vivendo uma historinha bem água-com-açúcar. Pois nada é melhor do que “não pensar” sorrindo.

P.S.: Se há um trailer que entrega todo o filme é o de Casa Comigo?.

Um Grande Momento

Acordando com o barulho do ônibus.

Links

No IMDb Site Oficial