(Point Break, EUA/ALE/CHN, 2015)

Ação
Direção: Ericson Core
Elenco: Edgar Ramirez, Luke Bracey, Ray Winstone, Teresa Palmer, Matias Varela, Clemens Schick, Tobias Santelmann, Max Thieriot
Roteiro: Kurt Wimmer, Rick King, W. Peter Iliff
Duração: 114 min.
Nota: 3 ★★★☆☆☆☆☆☆☆

Em 1991 estreava nos cinemas o filme Caçadores de Emoção, protagonizado por Keanu Reeves e Patrick Swayze e dirigido por Kathryn Bigelow. O longa-metragem não deixava de ser mais um filme de ação como muitos outros, mas com algumas diferenças que faziam com que sua trama fosse acompanhada com mais atenção. Para começar, havia uma presença muito grande do esporte, como o surfe, sempre muito propício a belas imagens, ou o paraquedismo, um bom ativador de adrenalina.

Outra diferença estava na direção. Se ainda hoje este é um universo dominado pelos homens, nem é preciso falar o quão raro era uma mulher à frente de um longa-metragem de ação. Mesmo com uma história boba como pano de fundo, Bigelow, com toda a sua competência para filmar este gênero cinematográfico e a sensibilidade para transformar um exemplar de testosterona em algo a mais, conquistou o público com o filme.

O sucesso de público foi tanto que, como é hábito hoje em dia, o filme ganhou uma refilmagem, Caçadores de Emoção: Além do Limite, que está agora em cartaz nos cinemas. Confiando no poder das novas tecnologias e mantendo boa parte da história do longa de 1991, Caçadores de Emoção: Além do Limite até tenta, mas não consegue chegar lá.

Na refilmagem, o surfe deixa de ser o principal esporte, dando lugar aos x-sports, ou esportes extremos, como voos de alta performance, snowboard, motocross, skydive, wingsuiting, escalada e outros, todos praticados em situações de alto perigo. Utah ainda é um agente do FBI principiante ajudado de perto pelo veterano Pappas, e Bodhi é o suspeito de chefiar a gangue que está por trás de crimes contra grandes empresas multinacionais.

Depois de invadir a onda gigantesca de Bodhi e ser salvo da morte por ele, de muitas festas, esportes radicais e conversas ente os dois, Utah consegue se infiltrar no grupo. Algumas modificações foram feitas, é claro, como a invenção de um multimilionário do Oriente Médio que bancava as ações do grupo e a criação de uma motivação ambientalista por trás de tudo: um tal de Ozaky 8, onde tarefas devem ser cumpridas pela integração com a natureza.

Além das inserções oportunistas, o filme carece de profundidade. Os espaços a serem preenchidos com a construção da relação entre Bhodi e Utah e o conflito emocional do segundo ao se identificar com o grupo, dão lugar a muitas cenas de ação, com a execução de várias categorias esportivas. O que, não fosse a trilha sonora, daria ao longa uma cara de especial do Canal Off.

A fixação pelas imagens pode ser explicada pela escolha de Ericson Core para assumir a direção. Caçadores de Emoção: Além do Limite é a sua segunda experiência como diretor, após o também esportivo O Invencível. Mas o seu contato com a ação já existe há um tempo. Ele foi o diretor de fotografia de O Troco, Demolidor – O Homem sem Medo e de Velozes e Furiosos, um filme que traz muito do primeiro Caçadores de Emoção em seu DNA.

Embora as imagens sejam lindas, falta muito na direção dos atores, que parecem perdidos em seus papéis. Luke Bracey (O Melhor de Mim) e Edgar Ramirez (Joy: O Nome do Sucesso), que vivem a dupla principal, até têm alguma química, mas falta capacidade interpretativa. O que se destaca ainda mais com os péssimos diálogos, cheios de frases de efeito e filosofia barata, e a superficialidade dos personagens no roteiro de Kurt Wimmer.

No final das contas, fica devendo, principalmente por tentar repetir um filme querido por toda uma geração de amantes do cinema de ação e por ser tão vazio na sua imensa pretensão de ser impressionante demais. Mas que tem belas imagens, isso tem.

Entre as curiosidades do filme estão as várias aparições de vários atletas, como o campeão de Iron Man Faris Al-Sultan, os skatistas Bob Burnquist e Eric Koston, o triatleta Michael Raelert, o surfista Sebastian Zietz, os snowboarders Xavier De Le Rue e Mitch Toelderer, o escalador Chris Sharma eo paraquedista Jeb Corliss.

Um Grande Momento:
Wingsuiting.

Cacadores-de-emocao-alem-do-limite_poster

Links

No IMDb