(Anomalisa, EUA, 2015)

Animação
Direção: Duke Johnson, Charlie Kaufman
Elenco: David Thewlis, Jennifer Jason Leigh, Tom Noonan
Roteiro: Charlie Kaufman
Duração: 90 min.
Nota: 9 ★★★★★★★★★☆

Quantas vezes uma pessoa mudou sua maneira de ver o mundo? Algo de diferente marcou a vida medíocre e sem graça de Michael Stone, um autor de livro de autoajuda de tanto sucesso que o faz viajar pelo país para dar palestras sobre o assunto.

Com voz de David Thewlis, Stone já não vê o especial nas pessoas faz um tempo, até Lisa. Anomalisa, dirigido por Charles Kaufman e Duke Johnson, sintetiza todos os pensamentos e reações dentro de uma relação que, além de altos e baixos, passa por diferentes situações que fazem todos repensarem a maneira com que se percebe o mundo.

O filme todo é sempre muito analisado pelo espectador com uma certa identificação, pois a profundidade psicológica do protagonista interage muito bem com o criticismo de quem o assiste. A grande proposta de Anomalisa toma papel singular quando o esclarecimento vem à tona e, junto a ele, novas perspectivas surgem.

O espaço dado à subjetividade compõe leques de entendimentos criativos, e isso é apoiado ainda mais pelo aspecto animado “perfeccionista”, que foge dos moldes criados pelos grandes estúdios de animação da atualidade e vai além do físico para mostrar o que é humano.

Anomalisa_interno1

Anomalisa é uma das mais geniais execuções de stop motion. Percebe-se muito o cuidado com cada elemento de cena e respectivas movimentações. A premissa de que animações são para crianças é totalmente ignorada nesse longa, surpreendente pela genial complexidade no roteiro que, combinado com o visual, compõe uma obra de arte.

O jogo com a presença dos atores através da voz também surpreende, já que é por este canal que se traz ainda mais sentimento ao que se vê numa animação, nunca deixando de lado todas as ações dos personagens, muito bem calculadas e situadas em bom tempo e espaço.

Anomalisa é uma experiência que acrescenta muito por mostrar o ser humano como ele é, principalmente pela forma como faz a reflexão ser valorizada. Então, como Lisa para Michael, o filme é para nós uma grande experiência, não só por fazer questionar vínculos mas também por mudar seu modo de compreensão do mundo.

Um Grande Momento:
Depois do banho.

Oscar-logo2Oscar 2016 (indicações)
Melhor Animação

Anomalisa-poster

Links

No IMDb