(Open Road, BRA/EUA, 2013)

Drama
Direção: Márcio Garcia
Elenco: Camilla Belle, Andy Garcia, Juliette Lewis, Colin Egglesfield, Christiane Torloni, Carol Castro, John Savage
Roteiro: Julia Camara
Duração: 85 min.
Nota: 3 ★★★☆☆☆☆☆☆☆

Angie (Camilla Belle) é uma jovem que abandona sua vida no Brasil para se aventurar pelos Estados Unidos em busca de autoconhecimento e respostas. Durante a viagem, ela conhece Chuck (Andy Garcia), um andarilho com quem faz amizade, e David (Colin Egglesfield), um policial com quem inicia um relacionamento. A entrada de ambos em sua vida vai ajudá-la a resolver seus conflitos.

Pouca coisa se salva neste filme. Angie é mal executado. A ideia de retratar o amadurecimento de uma jovem aparentemente rica que deixa a família e vai morar sozinha numa barraca no meio do mato não funciona.

O problema não é a fórmula batida de encontrar a si mesmo enquanto procura por outra coisa, mas sim a maneira atabalhoada e inconsistente como é contada. Um bom exemplo é o relacionamento de Angie com o David. Eles se conhecem em um dia, passam uma tarde juntos, vão morar na mesma casa e logo depois ele já prepara o pedido de casamento. É nítida a falta de noção com a passagem de tempo. Além disto, a história é mal escrita, os conflitos dos personagens são superficiais e o momento da descoberta da tal “coisa” que Angie tanto busca é completamente insosso.

Difícil entender o que atraiu Andy Garcia e Juliette Lewis neste projeto. A personagem de Lewis, uma dona de lanchonete e amiga de David, é totalmente dispensável. Limita-se a algumas cenas nas quais aparece retrucando sobre o comportamento de Angie. Andy Garcia tem um personagem importante na história, com aparições, apesar de restritas, sempre em momentos chaves. Mesmo sem comprometer, a sensação é a de que ele está desconfortável no papel, um tanto preso e limitado.

Se há algo a ser elogiado em Angie é a atriz Camilla Belle. Ela salva o filme do completo desastre, tem carisma e consegue dar um pouco de alma à personagem, destacando-se entre as outras atuações. Porém, nem isto é motivo suficiente para valer a ida ao cinema.

Um Grande Momento:
Desenhando Chuck.

Angie_poster

Links

No IMDb