Todo domingo é dia de listinha especial no Cenas de Cinema. Nesta semana, excepcionalmente, eu não pude postar a minha lista, pois estava viajando e no meio de uma confusão danada.

De volta à casa, ainda pensei em escrever, mas dando uma olhada por aí descobri duas deliciosas listas na revista Premiere e resolvi que desta vez vou me aproveitar da criatividade alheia e republicar uma delas por aqui.

A outra, como foi postada hoje, vou lincar aqui, mas vale a visita ao site. Ela aproveita o Dia da Terra (22/04) para fazer uma crítica à humanidade, que continua tentando aniquilá-la de várias maneiras, seja por comodidade ou por mais dinheiro, e publica as maiores agressões ao meio-ambiente que já estiveram em um filme.

A outra fala sobre os astros de Hollywood que mais morreram em cena. Se vai falar daqueles que morreram já estejam preparados para os spoilers, afinal de contas, o pessoal costuma morrer no final do filme e isso faz toda diferença!

Para não dizer que eu não avisei: CUIDADO!

Robert De Niro (14 mortes)

O maior morredor de todos já faz filme há um bom tempo e sabe muito bem como parar de respirar.

De Niro já passou dessa para melhor 14 vezes, em Os Cinco de Chicago, Bang the Drum Slowly, Mean Streets, Brazil – O Filme, A Missão, O Cabo do Medo, O Despertar de um Homem, Frankenstein de Mary Shelley, Fogo Contra Fogo, Estranha Obsessão, Jackie Brown, Grandes Esperanças, 15 Minutos e O Amigo Oculto.

Bruce Willis (11 mortes)

O segundo lugar fica, olhem só, com ninguém menos do que o duro de matar Bruce Willis. Na verdade nem era tão difícil assim, os vilões é que eram incompetentes. Ainda mais se você pensar que só a ex-mulher dele, Demi Moore, já o matou duas vezes.

Billy Bathgate – O Mundo a Seus Pés, Pensamentos Mortais, A Morte Lhe Cai Bem, 12 Macacos, O Chacal, Armaggedon, O Sexto Sentido, A Guerra de Hart, As Panteras: Detonando, Sin City, Planeta Terror.Alinhar ao centro

Brad Pitt (10 mortes)

Esse aqui tem estilo. Morreu velho, neném e já foi aquele que vem buscar os que se vão. A lista considera que o Sr. Jolie morreu 9 vezes. Acontece que eles esqueceram de contar o péssimo O Príncipe das Sombras. mas não se esqueceram que teoricamente ele “morreu” em Clube da Luta e Mundo Proibido.

Nada É Para Sempre, Kalifórnia, Lendas da Paixão, Inimigo Íntimo, Encontro Marcado, Tróia, O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford, Queime Depois de Ler, O Curioso Caso de Benjamin Button.

Johnny Depp (9 mortes e meia)

O terceiro lugar fica com aquele que morreu perdendo mais sangue. É que pouca gente se lembra mais Johnny Depp foi uma das vítimas do sanguinário dos sonhos Freddy Krueger. Ele é também o único que tem uma meia morte no currículo, pois ninguém mais conseguiu voltar assim como ele.

A Hora do Pesadelo, Platoon, A Hora do Pesadelo 6: O Pesadelo Final, Ed Wood, Dead Man, Enigma do Espaço, Do Inferno, O Libertino, Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, Piratas do Caribe: O Baú da Morte.
Alinhar ao centro

Jack Nicholson (9 mortes)

A galera com nove vidas em Hollywood é totalmente de responsa. Jack Nicholson divide a pontuação com ninguém menos do que Al Pacino e Dustin Hoffman e a revista embolou os três. Eu criei um critério de desempate para disposição na lista: as mortes mais sangrentas e cruéis ficam na frente.

Como o mocinho da motoca tem vários tiros, um espancamento e aquela maluquice toda com o machado no currículo, ficou na frente.

Sem Destino, Um Estranho no Ninho, Profissão: Repórter, O Iluminado, Batman, Hoffa, Marte Ataca!, Os Infiltrados, Antes de Partir.

Al Pacino (9 mortes)

Aqui até rolou uma dúvida. É pior morrer comido por um crocodilo ou metralhado. Como a cena de Pacino é infinitamente superior, o segundo lugar dos mortos nove vezes fica com ele.

Todo mundo sabe que a confusão entre Pacino e o segundo colocado, De Niro, é uma das coisas que mais acontecem. Os dois só atuaram juntos duas vezes: Enquanto Pacino matou De Niro uma vez, foi morto por ele também. Ou seja, só pode existir um deles!

Scarface, Dick Tracy, O Poderoso Chefão III, O Pagamento Final, Donnie Brasco, Insônia, O Articulador, O Novato, As Duas Faces da Lei.

Dustin Hoffman (9 mortes)

E, finalmente, chegou a vez do crocodilo reanimado. Mas Hoffman não tem muitas mortes terríveis no currículo, enquanto os colegas levam tiros, explodem e são espancados, ele sabe como morrer quietinho e bem discretamente.

O Cowboy da Meia-Noite, O Inimigo Oculto, Lenny, A Morte do Caixeiro Viajante, Billy Bathgate – O Mundo a Seus Pés, Hook, Mera Coincidência, Perfume: A História de um Assassino, A Loja Mágica de Brinquedos.

Christian Bale (8 mortes)

Agora que é o Batman, ele está se achando, até pode sair gritando por aí com a equipe de filmagem. Mas também já passou desta para melhor e não foram poucas vezes não. Se fosse gato, por exemplo, já era!

Anastácia: O Mistério de Anna, Henrique V, O Agente Secreto, Maria – Em Nome da Fé, Tempos de Violência, O Grande Truque, Os Indomáveis.

Denzel Washington (7 mortes)

Na verdade mesmo, Washington não é muito de morrer. Para estar com sete falecimentos no currículo a Empirer enfiou um anjo e um fantasma no meio da história. Como a lista não é minha, tenho que aceitar, né?

Um Grito de Liberdade, Tempo de Glória, Uma Estranha Condição, Malcolm X, Possuídos, Um Anjo em Minha Vida, Dia de Treinamento, Chamas da Vingança.

George Clooney (5 mortes)

Morrer em filme ruim deve ser uma coisa bem estranha. Mas foi justamente assim que Clooney começou sua carreira de defunto. Como complemento, a primeira vez que o cara viu a morte de perto foi em O Ataque dos Tomates Assassinos e sobreviveu.

Return to Horror High, Tráfico Fatal, Mar em Fúria, Confissões de uma Mente Perigosa, Syriana.

Robert Downey Jr. (5 mortes)

Esse aqui tentou transferir o costume para a vida real, mas ainda bem que deixou essas coisas para lá.

Agora que ele é o Homem de Ferro e tem muita grana, pra matar é um problema, mas já foi bem mais fácil.

Abaixo de Zero, Assassinos por Natureza, Ricardo III, A Armação, U. S. Marshalls
Alinhar ao centro

Tom Cruise (4 mortes)

Cientologista bonitinho não morre muito não, mas já aconteceu aí umas vezes.

Toque de Recolher, Vanilla Sky, Colateral, Operação Valquíria.

Mel Gibson (3 mortes)

Acho que não é só cientologista não. Os religiosos mais fervorosos não são muito de parar de respirar.

A falta de experiência, porém, não atrapalhou nem um pouco na hora de torturar e matar o filho de Deus e um monte de nativos da América Central.

Mrs. Soffel – Um Amor Proibido, Hamlet, Coração Valente.

Harrison Ford (2 mortes)

O velhinho explorador de relíquias sempre dá um jeitinho de sobreviver. Talvez esse negócio de ter uma caveira sempre perto de você ajude em alguma coisa.

Até explicaria a resistência do bicho na hora da morte, que faz inveja até nos exterminadores do futuro, Michelle Pfeiffer que o diga.

A Costa do Mosquito, Revelação

Will Smith (2 mortes)

Pelos últimos filmes, esse aqui anda tão cheio de si que não pega papéis para morrer, a menos que seja para salvar a humanidade. Aí tudo bem!

Eu Sou a Lenda, Sete Vidas