(Inception, EUA/GBR, 2010)

Ação/Ficção Científica
Direção: Christopher Nolan
Elenco: Leonardo DiCaprio, Joseph Gordon-Levitt, Ellen Page, Tom Hardy, Ken Watanabe, Dileep Rao, Cillian Murphy, Tom Berenger, Marion Cotillard, Pete Postlethwaite, Michael Caine, Lukas Haas
Roteiro: Christopher Nolan
Duração: 148 min.
Nota: 10 ★★★★★★★★★★
Imagine o seu sonho mais maluco. Aquele sonho cheio de reviravoltas e sensações e que te deixa confuso, sem saber se o que está acontecendo é real ou não. Imaginou? Então você está perto de sentir tudo o que A Origem te propõe em seus imperceptíveis 148 minutos de duração.

Em um universo visual interessante e mutável, acompanhamos a jornada de um ladrão diferente. Dom Cobb é especialista em roubar informações secretas da mente de pessoas enquanto elas sonham.

Com sua equipe, ele consegue entrar no subconsciente de suas vítimas e vasculhar os lugares mais secretos. Com a vida pessoal destruída pelo “trabalho” é nele, contraditoriamente, que ele tem sua última chance de redenção.

Agora ele precisa ir além de descobrir segredos do subconsciente e precisa, a todo custo, inserir uma idéia nos sonhos de um rico herdeiro. Assim poderá finalmente voltar para casa.

A habilidade de construir universos e trabalhar bem com as ferramentas tecnológicas que tem a seu dispor presentes em todas as obras de Christopher Nolan é notada no longa e faz toda a diferença.

O diretor inglês chamou a atenção em 2000 ao surpreender com uma das últimas grandes invenções do cinema, ao apostar na inovadora narrativa de Amnésia. Depois de se firmar no mundo dos blockbuster com títulos eficientes, mas não tão geniais assim, ele volta ao brilhantismo em A Origem e aposta em algo bem escasso na atualidade: uma história original.

Nada de adaptações, refilmagens, continuações e qualquer coisa que o valha. Em seu novo filme, Nolan aposta na história e mostra que isso é o mais importante para se fazer cinema.

Com um roteiro impressionantemente bem amarrado e sem falhas, a trama é cheia de reviravoltas e força os espectadores a prestar atenção em todos os detalhes, quase sem piscar os olhos. Sempre estimulando novas teorias e despertando a curiosidade.

Claro que toda a sua habilidade com a manipulação visual e com a condução de atores acrescenta, e muito, ao longa. Cenas como as da desconstrução do espaço no treinamento da nova arquiteta, ou a manipulação da realidade existente são de encher os olhos. Assim como a sutileza ou o exagero, sempre muito bem dosados na participação de atores bem conhecidos.

A escolha do elenco, aliás, é outro acerto do filme. Ainda que reunir em um mesmo filme tanta qualidade dramática pudesse causar algum problema, o diretor demonstra que sabe muito bem como equilibrar cada uma das atuações e constrói um ambiente equivalente e eficiente.

Leonardo DiCaprio demonstra mais uma vez que tem sim qualidade e supera as expectativas quando bem dirigido. Ken Watanabe, Marion Cotillard, Cilliam Murphy e Michael Caine dispensam apresentações e os jovens Joseph Gordon-Levitt e Ellen Page também estão muito à vontade com seus personagens.

O visual perfeito, atuações impecáveis e uma história contagiante fazem de A Origem uma das minhas melhores experiências cinematográficas de muitos anos, principalmente se formos considerar o mundo dos blockbusters.

Tanta originalidade e competência fazem com que a trama vista dure muito mais do que o seu tempo de projeção e estimula a criação de diversas teorias. Não fique surpreso, por exemplo, se a pessoa que sentar ao seu lado na sessão sair da sala com a impressão de ter visto um filme totalmente diferente do seu.

Daqueles filmes que vale a pena correr para assistir, pois o burburinho pós-lançamento vai ser grande e vai ser quase impossível ficar alheio aos comentários. E já é bom ir se preparando para a vontade de ver o filme várias outras vezes depois da primeira.

Um Grande Momento

São muitos, mas a luta sem gravidade é sensacional.

Logo-Oscar1Oscar 2011
Melhor Fotografia (Wally Pfister), Melhor Mixagem de Som (Lora Hirschberg, Gary Rizzo, Ed Novick), Melhor Edição de Som (Richard King)

Links

No IMDb Site Oficial