(Beowulf, EUA, 2007)

Ação/Fantasia/Drama

Direção: Robert Zemeckis

Elenco: Ray Winstone, Robin Wright Penn, Anthony Hopkins, Sebastian Roché, John Malkovich, Woody Schultz, Angelina Jolie

Roteiro: Neil Gaiman, Roger Avary

Duração: 113 min.

Na verdade fui ao cinema ver este filme sem a menor pretensão. Para não dizer que eu não sabia nada a respeito, tinha lido, há muito tempo, que a adaptação do poema épico Beowulf seria feita por Neil Gaiman, cujo trabalho conheço bem, já que adoro o personagem de revistas em quadrinhos Sandman e seus irmãos perpétuos.

Eu estava tão por fora de tudo que a minha primeira surpresa foi ver que o filme era uma animação. No começo achei estranho, mas com o tempo parei de prestar atenção nisso e mergulhei na história.

O poema no qual o filme se baseia foi escrito em 1010 e conta as lutas do Beowulf, herói dos Geats, com três monstros: Grendel, a mãe deste e um dragão. A história do filme é diferente da original, mas ficou muito interessante.

O roteiro é intenso e prende os espectadores até os últimos momentos. A animação, que me assustou no começo, é bem diferente de tudo que eu já vi. Alguns movimentos são sensacionais. Para as mulheres, vale a pena demais ver a versão redesenhada de Ray Winstone (o braço direito de Jack Nicholson em Os Infiltrados).

Se o filme que você procura é cheio de lutas fantásticas e guerreiros semi-imortais, não precisa nem pensar duas vezes, compre logo o seu ingresso.

Alguns cinemas têm exibido versões dubladas e legendadas, mas o filme não é indicado para crianças pequenas. Algumas cenas são bem violentas.

Um Grande Momento

A luta de Beowulf e Grendel

Links

Site Oficial